Quadrilha atacou policiais militares, que revidaram com tiros de fuzil. Confronto ocorreu após perseguição que iniciou próximo à loja TaQi

Troca de tiros ocorreu em Montenegro, após bandidos realizarem assalto a empresário de Maratá

Dois indivíduos foram mortos em confronto com a Brigada Militar de Montenegro, na ERS-124, na manhã de domingo, 23. O fato ocorreu por volta das 10h. De acordo com informações, três bandidos em um Ford Ka prata realizaram um assalto ao empresário Loivo Weschenfelder, no interior de Maratá, próximo à divisa com Brochier. Eles não chegaram a roubar nada, e um dos bandidos foi mordido pelo cachorro Pastor Belga da vítima. Então, os meliantes fugiram em direção a Montenegro.

Carro usado pelos assaltantes ficou marcado pelos disparos de Fuzil 556 efetuados pelos brigadianos

O empresário suspeita da participação de um quarto elemento no plano de assalto do qual foi vítima. Com os bandidos foi encontrada uma lista com o nome completo dele e também dos seus familiares.

Loivo estava em casa com a esposa, a filha e o genro quando tudo aconteceu. Segundo ele, primeiro os criminosos foram na propriedade do seu sobrinho, a cerca de 200 metros de sua residência. Após, se deslocaram até a casa de Loivo, crendo que ele abriria o portão para o rapaz entrar e, com isso, teriam mais facilidade para ingressar no imóvel. Mas, por ter os cães no pátio, o empresário não costuma abrir o portão.

O dono da casa foi chamado pelo homem que estava com seu sobrinho e foi até o portão. Logo que o bandido anunciou o assalto, ele gritou para a filha, então, ela e a mãe fugiram pela porta dos fundos da propriedade.

O segundo elemento apareceu e tentou intimidar Loivo. “Eles me empurraram, me chutaram, mas eu disse que não iam levar nada da minha casa”. Com a movimentação de vizinhos e diante da resistência do empresário, a dupla acabou deixando o local, mas antes disso, foram efetuados dois disparos contra Loivo. “Aqueles tiros passaram bem em cima da minha cabeça”, lembra.

Na abordagem, a viatura da BM foi atingida no lado esquerdo do para-brisa

Quando questionado sobre o que sentiu no momento dos tiros, Loivo diz que já está acostumado com esse tipo de situação violenta. “Já fui assaltado quatro vezes quando descarregava carvão em Canoas, disse pra eles que não iam conseguir nada de mim”, conclui.

Troca de tiros resultou em dois mortos
Durante a fuga, os meliantes se depararam com a Brigada Militar de Montenegro na RSC-287, próximo à empresa Taqi. Então, iniciou uma perseguição em direção à ERS-124 e, no local conhecido como trevo da Masisa, os assaltantes perderam o controle e bateram o carro contra um barranco. Após a colisão, eles teriam descido do veículo já disparando contra a BM, que revidou, ocasionando uma troca de tiros na rodovia.

No confronto, os meliantes foram atingidos. Um deles morreu no local e outro chegou a ser socorrido, mas sua morte foi confirmada ainda antes da chegada ao hospital. O terceiro indivíduo conseguiu fugir pelo mato. Nenhum policial foi ferido no confronto. Foram apreendidos um revólver calibre 38, um rádio comunicador e várias munições.

Na abordagem, a viatura da BM foi atingida no lado esquerdo do para-brisa

Os dois mortos foram identificados como Patrick Adriano Melo Padilha, de 35 anos, e Andrei Brito da Rosa, 22. Andrei não possuía antecedentes criminais. Já Patrick tinha passagens por roubo a banco, assalto em lotérica, roubo a residência, tráfico de drogas, porte ilegal de arma e fugas do presídio. As identificações ainda devem ser confirmadas oficialmente através de perícia do IGP.

Policiais fizeram buscas por armas que poderiam ter sido dispensadas no local

Terceiro suspeito foi preso em Gravataí, na segunda-feira
Logo após o confronto entre os policiais e os assaltantes, iniciou a busca pelo terceiro indivíduo. Brigada Militar, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Rodoviária Estadual e um helicóptero do Batalhão de Aviação da Brigada auxiliaram.

O terceiro suspeito foi preso pelo 17º Batalhão da Polícia Militar (17º BPM) na segunda-feira, 24. Ainda na noite de domingo, ele teria sido resgatado por um comparsa em uma moto, próximo a uma empresa do Polo Petroquímico. Câmeras de segurança do local registraram o momento do resgate, possibilitando a identificação do suspeito. A prisão ocorreu por volta das 12h30min de segunda-feira, após eles tentarem fugir para dentro de uma residência, em Gravataí, região Metropolitana de Porto Alegre, despachando um objeto não localizado.

Helicóptero do Batalhão Aéreo auxiliou no cerco armado na região do Polo

Com os suspeitos, foram apreendidos uma motocicleta BMW/F800 GS de placa IXV9E03, 05 munições calibre .38 intactas, 01 munição calibre 12 intacta, 03 celulares, 01 lacre de numeração 0070867399, 01 par de placas, 03 relógios, 05 torrões semelhante a maconha, 10 cápsulas de um produto semelhante a cocaína, 01 carregador de HT, 17 pedras semelhante a crack.

Ele e seu comparsa foram encaminhados para a UPA para exames de lesões e, posteriormente, à delegacia para registro do fato.

Deixe seu comentário