O morro São João, um dos principais pontos turísticos de Montenegro, passou por  melhorias. A estrada de acesso foi limpa e, em alguns trechos, alargada. Lixeiras e placas com mensagens de conscientização sobre o uso do espaço também foram colocados ao longo do trajeto. Já os trabalhos que mais chamam a atenção dos visitantes é a restauração da estátua de São João Batista, realizada através de uma parceria da Prefeitura – gestão Kadu Müller – com Associação Montenegrina de Artistas (Amarti), e também as melhorias feitas no mirante voltado para o bairro Timbaúva.

Neste domingo, dia 3, o avicultor Jones Andrade, de 33 anos, reuniu a família e subiu o morro. Ele nunca havia estado no local e aproveitou o dia de descanso para conferir como de fato é o morro. Jones diz que ficou surpreso com o que encontrou por lá.”Dá para subir tranquilamente. Tá tudo além do que eu esperava”, diz ele referindo-se as condições da estrada.

Carina Veiga Camargo, 33 anos, também gostou do que viu no Morro, mas acrescenta que o potencial turístico do local ainda está longe de ser bem aproveitado. “Me falaram que antes estava bem largado, pelo que vi está bem legal, mas pode ser melhorado ainda mais. Como é para ser um lugar turístico, pode mudar bastante coisas ainda. Poderia ter mais espaços pra gente vir tomar chimarrão, os locais de sombra poderiam ser limpos…”, sugere.

A dona de casa Carla Soares, 28 anos, também nunca havia ido ao morro. Para ela, a estrada poderia apresentar condições um pouco melhores. “A estrada poderia ser mais ampliada. Em dias de chuva deve ser bem complicado para subir de carro”, comenta.

Carina sente falta de um local para sentar e descansar, depois de andar pelo local. Além disso, fica complicado levar as crianças para passear sem ter acesso a banheiros e água. “A gente vem com as crianças, se elas pedem para ir ao banheiro a gente já tem que fazer uma correria”, ilustra.

Padroeiro e mirantes

Para aqueles que vão ao morro em busca de belas fotos, isto está garantido. Tanto junto a São João Batista quanto no mirante do outro lado do morro, a vista chama a atenção.

Os artistas da Amarti deram a estátua um tom mais parecido com a pintura original. Floreiras próximas ao santo também foram pintadas e contam com mensagens aos turistas. A mureta de proteção também deixa um recado para que o local seja bem aproveitado, sem causar danos a natureza.

Já no mirante que possibilita enxergar o bairro Timbaúva e Cinco de Maio, a mureta de proteção foi recuperada, por voluntários, e um corrimão foi instalado para facilitar o acesso.         

 

Ficou curioso e quer ver com seus próprios olhos como está o morro?

A visitação ao local está liberada. Contudo, é bom ter cuidado na estrada. Os carros devem manter velocidade baixa, as curvas dificultam visualizar veículos que se deslocam no sentido oposto. Pedestres também devem estar atentos, pois em certos pontos quase não há como manter distanciamento em relação aos veículos.

 

Deixe seu comentário