Caminhoneiro deixou um filho pequeno. Foto: Arquivo Pessoal/ Facebook

Paulo Fernando Silveira era natural de Tramandaí e morava em Santo Antônio da Patrulha. Ele morreu na manhã de hoje quando estava sendo socorrido do HPS de Canoas, vítima de grave acidente na RST-287, em Tabaí. O caminhão Volkswagen Constellation que ele conduzia chocou-se na traseira de um ônibus da Empresa Fátima, de Taquari. Ambos se deslocavam no sentido Tabaí/ Taquari da rodovia estadual.

Silveira precisou ser resgatado das ferragens da cabine. Foto: Arquivo Pessoal

Logo após terem saído da BR-386, o coletivo iniciou ingresso em uma alça de retorno no km 1, perto da Base Operacional da PRF. O local é mal sinalizado e o recuo é no vão central das pistas. Sem ter muito espaço, em geral os veículo precisam iniciar a redução de velocidade ainda sobre a pista de rolamento. Isso pode explicar a colisão traseira do caminhão que se deslocava no mesmo sentido.

Com o impacto traseiro o ônibus, que fazia a linha Tabaí/Taquari – com escala em Coxilha Velha, Triunfo – tombou sobre a área zebrada entre as pistas. Além da vítima fatal, o motorista do coletivo e cinco passageiros ficaram feridos sem perigo, tendo sido atendidos no Hospital Montenegro (HM). Silveira tinha um filho.

Deixe seu comentário