Pedro Rafael Horn estudou e trabalhou no Aeroclube de Montenegro, local onde fez muitos amigos. Foto: reprodução facebook

TRAGÉDIA NO AR. Jovem piloto perdeu a vida durante queda de avião agrícola no interior de MG

O montenegrino Pedro Rafael Horn, de 31 anos, faleceu por volta das 13h20min dessa quarta-feira, 19, em um acidente aéreo na zona rural de Patrocínio, no Alto Paranaíba, interior do Estado de Minas Gerais. Pedro era piloto e estava sozinho na aeronave, de modelo agrícola. A tragédia abalou amigos e familiares do jovem que estudou e trabalhou no Aeroclube de Montenegro, cidade onde nasceu.

De acordo com o Corpo de Bombeiros de Patrocínio, o avião caiu na Fazenda José Rubens, na comunidade de Pedros, próximo ao quilômetro 505 da BR-356. O óbito ocorreu no local do acidente. Até o fechamento desta edição, não se sabe o que ocasionou a queda da aeronave, identificada com a sigla PT-UGA. Peritos estiveram na área, mas ainda não há relatos sobre possíveis fatores que tenham causado o desastre. O caso será investigado pelo Centro de Investigações e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).

Avião caiu em área agrícola do interior de Minas Gerais. Foto: Corpo de Bombeiros de minas gerais

Pedro foi para Minas Gerais há pouco mais de um mês. Realizar o sonho de trabalhar com aeronaves pulverizadoras. “Ele se esforçou muito para fazer o curso de pulverização agrícola, mas depois que se formou não conseguia emprego. Agora que conseguiu trabalho, que estava faceiro, ganhando bem, acontece isso ai”, conta Carlos Eduardo Pereira, 37, amigo e ex-cunhado de “Pedrinho”.

Ambos trabalharam juntos por muitos anos na empresa de lavagem de veículos de Carlos Eduardo. O amigo conta que a última vez em que se falaram foi por volta das 21h dessa terça-feira, 18. “Ele estava faceiro, planejava vir pra Montenegro em junho, quando acabasse o trabalho lá. E agora acontece isso, não dá pra acreditar!”, exclama Carlos.

Para conseguir pagar as despesas do curso, Pedro chegou a trabalhar na escola de pilotos, o Aeroclube, de Montenegro. Querido por todos no local, o jovem deixou amigos como Carlos Eduardo Müller, atual prefeito da cidade.“O Pedro era um cara incrível, muito dedicado e apaixonado pela aviação. Fez toda a formação conosco, no Aeroclube de Montenegro. Era uma pessoa muito legal, um grande amigo. Estou chocado com a morte dele”, declarou o prefeito Kadu, que está em Brasília. “Lamento demais essa perda.”

O desabafo de amigos do jovem tomou conta do perfil dele no Facebook. “Não tem como acreditar! Disse que iria voltar, que seria meu presente de aniversário. Vou lembrar dele sempre, das risadas, dos momentos juntos, daquela pessoa que tinha um sorriso lindo, que amava o que fazia, que adorava passear pelo mundo todo”, disse Carol Oliveira.

Devido aos trâmites burocráticos, até o fechamento desta reportagem, a família ainda não havia conseguido liberação para translado do corpo de Pedro. Outras informações sobre o caso podem ser acompanhadas pelo portal do Jornal Ibiá.

Deixe seu comentário