Por mais uma semana, o mapa preliminar do Distanciamento Controlado traz, nesta sexta-feira, 7, 12 regiões em bandeira vermelha, incluindo a em que está enquadrado o município de Montenegro e arredores. As outras nove regiões do Estado se encontram na bandeira laranja.

Até domingo, dia 9, às 6h, municípios e associações regionais podem apresentar pedidos de reconsideração, que serão analisados para que as bandeiras definitivas sejam divulgadas na segunda-feira, dia 10.

Ainda que na bandeira vermelha, segue valendo a autorização dada durante esta semana para o funcionamento do comércio não essencial, com restrições, das 10h às 16h, de quarta-feira a sábado.Outra novidade recente da categoria, os restaurantes também ganharam autorização de funcionamento na faixa do horário de almoço, como você leu AQUI.

Paralelamente, cidades que não têm registro de óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias podem adotar protocolos da bandeira laranja, que tem regras mais flexíveis. É o caso, na região, de Brochier, Maratá, Pareci Novo, São Pedro da Serra, Tabaí e Tupandi.

Veja a nota do Estado sobre a região:

A região de Canoas (que engloba os municípios da região) obteve novamente bandeira vermelha. Os registros de hospitalizações confirmadas para Covid-19 cresceram 12,5% entre as duas semanas, passando de 104 para 117 hospitalizações.

Destaca-se ainda que o número de hospitalizações é bastante elevado, deixando a região com a segunda maior incidência de hospitalizações a cada 100 mil habitantes. A situação de bandeira final vermelha ainda acompanha o agravamento das últimas semanas, pois trata-se da velocidade do avanço da pandemia e dos efeitos que podem permanecer por mais semanas, principalmente em ocupações da capacidade de atendimento.

Positivamente, o número de internados em UTI por SRAG no último dia passou de 79 para 72 entre as duas semanas. Para o indicador de internados em UTI confirmados para Covid19, a redução foi de 11%, variando de 46 para 41.

Por outro lado, com relação ao número de pacientes Covid-19 em leitos clínicos o aumento foi de 7 pacientes (passando de 56 para 63 internados). Na razão entre os casos ativos na semana e recuperados nos 50 dias anteriores ao início da semana, o indicador obteve novamente bandeira laranja. No caso do número de hospitalizações confirmadas para Covid-19 nos últimos 7 dias para cada 100 mil habitantes, o indicador manteve-se em bandeira preta, com a razão passando de 13,12 para 14,76.

Deixe seu comentário