Lula deixou a carceragem e discursou aos militantes do acampamento. Foto: Giuliano Gomes/PR Press

Por volta das 17h43min, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou a sede da Superintendência da Polícia Federal de Curitiba. No portão, foi recebido por uma multidão eufórica, formada por militantes do acampamento Lula Livre, movimento que se manteve no local durante os 580 dias de prisão.

O ex-presidente estava preso desde 7 de abril do ano passado pela condenação no caso do triplex do Guarujá (SP), um dos processos da Operação Lava Jato. A decisão desta sexta-feira, dia 5, foi proferida pelo juiz Danilo Pereira Júnior, após a defesa de Lula pedir a libertação do ex-presidente com base na decisão proferida ontem (7) pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que derrubou a validade da execução provisória de condenações criminais, conhecida como prisão após a segunda instância.

Mas Lula segue sendo “ficha suja” e não pode ser candidato político em nenhuma esfera por 8 anos. Também continua sendo réu, devendo voltar para a cadeia somente após o processo criminal correr em julgado (em todas as instâncias), e se a culpabilidade for confirmada. Ele discursou em palanque em frente à PF.

Deixe seu comentário