A recomendação é identificar o lixo de positivados

Cuidado visa preservar a vida dos profissionais da coleta de lixo

O número de casos de Covid-19 seguem crescendo na região, só na última semana (de 27 de julho a 2 de agosto) foram confirmados 224 novos casos. Com a grande maioria positivada em isolamento domiciliar, todo o cuidado com a separação e higienização do lixo é pouco. Expostos diariamente, os profissionais que trabalham na coleta precisam ficar alerta com a possível exposição a materiais contaminados com o vírus. Desse modo, algumas cidades da região já estão alertando a população ao descarte correto.

Em Montenegro, a Administração Municipal sugere a população que descarte de lixo contaminado (máscaras, papel toalha, lenços de papel, etc) pelos pacientes em isolamento deve ser realizado em saco separado dos demais moradores. Além disso, a recomendação é que o lixo seja borrifado com água sanitária/desinfetante, para inativar o vírus.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente também orienta os montenegrinos que o saco de lixo seja identificado com um círculo e um X dentro. E é importante não encher demais a sacola (não ultrapassar 2/3 do limite) e lavar as mãos com água e sabão após o descarte.

A Prefeitura Municipal de Triunfo também tomou medidas para que o lixo seja descartado da maneira correta. A orientação para os munícipes que tenham um familiar com Covid-19 é separar o lixo da pessoa infectada em um saco com fita vermelha, e pulverizar a embalagem com um desinfetante.

Até o momento, nenhuma outra cidade da região divulgou para a população orientações sobre o descarte identificado e higienizado do lixo. Porém, ainda assim as medidas recomendadas acima podem ser acatadas para evitar a propagação do vírus em outros locais.

 

Deixe seu comentário