Carreata marcou a comemoração dos 31 anos da instituição
Diretor César do Amaral participou da celebração com um bolo sobre seu veículo

Com a impossibilidade de realizar uma grande festa – devido à pandemia do novo coronavírus – para comemorar os 31 anos de sua fundação, a EMEF Lena Rozi da Rocha Pithan se adaptou ao “novo normal” para não deixar a data passar em branco. Na tarde dessa segunda-feira, 31, equipe diretiva, professores e pais de alunos realizaram uma carreata (com saída e chegada em frente à escola) pelos bairros Senai e Timbaúva para celebrar o aniversário da instituição.

Dezenas de veículos participaram da comemoração. O tradicional bolo, que não pode faltar em uma festa de aniversário, também marcou presença e realizou o trajeto sobre o carro do diretor da escola, César do Amaral. “Tivemos que nos adaptar a esse momento, mas não podemos deixar de celebrar. É uma data simbólica para a educação do município e do bairro Senai”, ressalta.

Durante a pandemia, a EMEF Lena Pithan está com aulas remotas, assim como todas as outras escolas da cidade e do Estado. As atividades são enviadas aos estudantes e os professores buscam acompanhar de perto o desempenho de cada aluno. “Temos 242 alunos atualmente, do Jardim ao 8° Ano. Estamos acompanhando (os jovens), mesmo de longe. Sabemos da importância do vínculo entre professor e aluno”, complementa o diretor.

A professora Daniela Cristian de Souza Ulrich, de Língua Portuguesa, também celebrou o aniversário da instituição. “É uma história que a escola tem, atendendo a comunidade durante esses 31 anos. A carreata, além de festejar, também serve para reforçar que, mesmo distante, a escola está presente na vida dos alunos e dos pais”, destaca.

Deixe seu comentário