Lasier Martins, Janice Santos, Deam, Delegacia, Maria da Penha, Agressão contra mulher

A mulher do senador Lasier Martins (PSD-RS) prestou queixa na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), em Brasília, onde afirmou ter sido agredida durante uma discussão na última terça-feira. De acordo com reportagem do Correio Braziliense, a jornalista Janice Santos acusa o parlamentar de lesão corporal e injúria, e diz que esta não foi a primeira vez que sofreu agressões de Lasier.

Ela realizou exame de corpo de delito. O senador nega as acusações e afirma que “reagiu para se defender”. Segundo ele, Janice teria partido para cima com um objeto de metal. O congressista alega ainda que ela própria se feriu para forjar a situação.

Janice contou à reportagem do Correio Braziliense que, mais de uma vez, foi xingada e humilhada pelo marido. “Dizia que eu era burra, que não entendia nada de política, apenas de moda”, além de chamá-la de “chantagista e paranoica”, segundo relato dado na delegacia. Em outra briga, logo após ela ter passado por um processo cirúrgico na barriga, ele teria chutado a região recentemente operada.

Janice e Lasier Martins estão em processo de separação. No depoimento à polícia, a jornalista afirmou que o marido é um homem “violento e agressivo”.

Embora a queixa tenha sido prestada à Polícia Civil, a investigação terá de ser remetida à Procuradoria-Geral da República (PGR) por conta da prerrogativa de foro. Segundo fontes consultadas pela Gaúcha, a polícia não tem competência para apurar o caso por se tratar de um parlamentar. Sendo assim, o caso deverá ser remetido à PGR e, posteriormente, poderá ser julgado pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

O senador publicou uma nota de esclarecimento em suas redes sociais, após o fato. Confira:

A propósito de ocorrência policial registrada por sua mulher Janice, o senador Lasier Martins informa que está em processo judicial de separação litigiosa no Foro do Distrito Federal.

Esclarece que não houve a alegada agressão física, mas ações e manobras da mulher no sentido de tirar proveito em tentativa de acordo no processo judicial.

O senador está triste com o acontecimento e aguarda o andamento do processo judicial onde apresentará provas de sua inocência.

Deixe seu comentário