Foto: arquivo pessoal de Silvânia

A casa da família de Sivânia Weschenfelder, 49 naos, foi invadida por ladrões em plena luz do dia, por volta das 14h30min dessa quarta-feira,11. A moradora da localidade de São José do Maratá, em São José do Sul, conta que um vizinho ouviu palmas em frente a casa, mas não saiu para ver sobre o que se tratava.

Os bandidos levantaram o portão de ferro e o arrastaram para o lado. Depois de entrar no pátio, eles fecharam o portão. Para entrar na casa eles danificaram o “miolo” da fechadura da porta da frente. Depois de carregar tudo que queriam, fecharam porta e portão e foram embora. “Quem passou aqui na frente disse que não notou nada de errado. Estava tudo fechado, normal”, diz Silvânia.

Imagens das câmeras da Escola São José do Maratá mostram um Fiat Uno, verde escuro ou cinza, passando várias vezes pelo local. Imagens de outros estabelecimentos também serão vistas e encaminhadas para a Polícia.

A grande tristeza da família se dá ao fato de terem levado o computador com as fotos de infância da menina, que hoje está com 11 anos. Além disso, a criança está inconsolável, pois também furtaram o violino, que ganhou dos avós, e um bandolim. “Ela pegou o bandolim do professor dela para estudar durante as férias. Ela se esforçando para estudar e fazem uma coisa dessas. Ela está muito triste”, comenta Silvânia.

Os aneis de formatura e noivado de Silvânia foram levados junto com outras jóias. Uma TV também foi furtada, mas a falta do aparelho não se compara com a sentida em relação aos demais itens. “Levaram nossas memórias afetivas. Queríamos muito recuperar o computador, o HD externo, o violino e o bandolim”, complementa.

O violino da marca Eagle 3/4 possui marcações nas cortas, no símbolo da marca e no cavalete, nas cores rosa e amarelo. O bandolim é da marca Phoenix, preto. Quem tiver alguma informação sobre esses itens deve entrar em contato com a Polícia.

Deixe seu comentário