Familiares e amigos das vítimas acompanham o julgamento, que ocorre em São Sebastião do Caí

Está marcado para a manhã desta quinta-feira, dia 10, no Fórum de São Sebastião do Caí, o julgamento de Marcelo Ferreira de Faria. Ele é acusado de ter matado a facadas sua ex-companheira Marcia Thomé de Faria e suas enteadas Jaíne Marcia Thomé, 15 anos, e Jeissi Thomé Glöckner, 4 anos. O triplo feminicídio ocorreu em março de 2016, em Bom Princípio. O júri estava marcado para iniciar às 9h, no entanto os trabalhos não havia iniciado até as 9h45min.

Conforme a promotora de Justiça Claudia Ferraz Rodrigues Pegoraro, que atuará no júri pelo Ministério Público, os três feminicídios têm como qualificadoras motivo torpe, meio cruel e traição. O réu já foi submetido a exame psiquiátrico e foi considerado saudável e imputável. O acusado também será julgado pelo crime de lesões em Marcia, ocorrido em 14 de setembro de 2015, também na cidade de Bom Principio. O réu está sendo defendido pela Defensoria Pública.

A irmã da vítima, Cristiane Thomé Friederich, 31 anos, diz que a expectativa da família é de que o acusado seja condenado com a pena máxima nos três feminicídios. “Tem sido bem difícil (a espera pelo julgamento). Hoje ameniza um pouco, mas não traz elas de volta”, comentou antes do início do julgamento.

Deixe seu comentário