Ao todo, empresa emprega cerca de mil pessoas na unidade do Município. FOTO: JD

O “PDV” da multinacional está com período de adesão aberto desde o fim de agosto e se encerra na próxima sexta-feira, 18 de setembro. Segundo a empresa, ele está sendo oferecido para a maioria dos funcionários administrativos da organização, com exceção dos que estão em contrato de prazo determinado, dos funcionários PCD’s (com deficiência), dos da área de Tecnologia da Informação, dos que estão com contratos suspensos e dos que estão com estabilidade provisória.

A John Deere é uma das principais empregadoras de Montenegro, com cerca de mil funcionários em sua fábrica no Município. Ela  não soube estimar o número de voluntários ou de vagas que devem ser fechadas na unidade dentro do PDV. “É difícil prever. Isso porque o PDV está num contexto de diferentes ações estratégicas que a companhia vem tomando para se tornar ainda mais eficiente e inovadora em seus processos produtivos e tecnológicos, visando sempre o maior benefício de atendimento às necessidades dos clientes”, informou a organização, em nota.

Ao apontar o contexto das ações estratégicas, a John Deere nega que as demissões voluntárias estejam relacionadas a resultados financeiros negativos no Brasil. Segundo a empresa, o último dia de trabalho ativo de um funcionário que aderir ao PDV até sexta será, no máximo, 31 de outubro deste ano. “Após este período, a empresa vai fazer uma avaliação mais detalhada”, conclui a nota. 5 mil pessoas trabalham em unidades da organização em todo o país.

Deixe seu comentário