Ao todo, empresa emprega cerca de mil pessoas na unidade do Município. FOTO: JD

Foram duas semanas sem atividade. Parada desde o dia 30 de março, a John Deere retomou o trabalho da fábrica de Montenegro nesta semana. O retorno ainda é gradativo. Parte dos funcionários seguem dispensados, em férias, ou nas atividades que permitem o home office. Os demais, foram divididos em escalas para diminuir ao máximo a circulação de pessoas dentro da fábrica.

A empresa não divulgou a quantidade de trabalhadores em cada escala. Ao todo, a unidade montenegrina emprega cerca de mil pessoas.

A decisão pelo fechamento foi opção da própria organização que, sendo indústria, tinha autorização para funcionar tanto à nível municipal, quanto estadual. Em comunicado, a multinacional avisou que, “visando proteger a saúde dos colaboradores e suas famílias”, havia optado por fechar por tempo indeterminado a fábrica na cidade e também as unidades em Horizontina, Porto Alegre, Indaiatuba e em Catalão.

Deixe seu comentário