final, Grêmio Gaúcho, Série Ouro, JDN, campeão
JDN conquistou seu primeiro título da Série Ouro ao vencer o Ellite no último sábado

Copa Agrogauer. Vagner marca logo no início, goleiro Gabriel pega pênalti e time levanta sua primeira taça no clube

Um sábado inesquecível para atletas, comissão técnica e torcedores do JDN. Após bater na trave duas vezes na decisão da Série Ouro, a equipe, enfim, pode soltar o grito de campeão. Em uma final emocionante e dramática contra o tradicionalíssimo Ellite, o artilheiro da Copa Agrogauer, Vagner Roberto Viegas, marcou logo no início da partida o gol decisivo. Pela primeira vez, o JDN comemora o título da principal divisão do campeonato de futebol sete do Grêmio Gaúcho.

 atletas, JDN, campeão, Série Prata, futebol
Jogadores do JDN se ajoelham e agradecem pelo primeiro troféu conquistado no clube

A forte chuva que caiu no início da tarde de sábado em Montenegro não atrapalhou o futebol das duas equipes, que começaram a decisão ligados no “220”. Logo no primeiro minuto, a defesa do Ellite cortou quase em cima da linha a primeira chance do jogo. Aos três, o JDN voltou ao ataque, o bom goleiro Marcelo Mendel salvou sua equipe no primeiro lance, mas no rebote, o artilheiro da competição, Vagner Viegas, não perdoou. Ele finalizou por baixo de Marcelo e abriu o placar.

Sem conseguir entrar na área, o Ellite forçava suas jogadas no atacante Júlio César da Motta, que conseguia vantagem sobre os zagueiros. Em um contra-ataque rápido, Mateus Lino avançou pelo meio e chutou forte, mas Marcelo Mendel fez grande defesa. O jogo seguia eletrizante. No minuto seguinte, Dudu Nunes recebeu cruzamento na área e cabeceou firme, mas a bola foi no travessão.

Gabriel, goleiro, JDN, final, campeão, futebol
Goleiro Gabriel defendeu um pênalti e foi eleito o destaque da decisão

Aos 10, Edilson recebeu na cara de Marcelo Mendel, mas o goleiro se agigantou e fez mais uma ótima defesa. Dois minutos mais tarde, Júlio da Motta recebeu de costas para o gol, girou sobre a marcação e foi derrubado. Pênalti para o Ellite. Na cobrança, William de Melo bateu firme, no canto direito, mas parou em Gabriel Kappes.

O Ellite seguia tentando, mas parava no goleiro adversário. O JDN atingiu o limite de faltas cometidas aos 20 minutos e jogou os últimos cinco da primeira etapa sem poder fazer mais nenhuma infração. E conseguiu. As equipes foram para o intervalo com vantagem mínima para o JDN. No início da segunda etapa, Júlio da Motta teve sua grande chance para marcar. O atacante girou sobre a zaga com facilidade, mas finalizou em cima de Gabriel Kappes.

 final, Grêmio Gaúcho, Série Ouro, JDN, Vagner
Artilheiro do torneio, Vagner fez o gol decisivo logo no começo do jogo

Depois disso, a decisão ficou travada no meio-campo e os dois times demonstraram cansaço. Vários atletas foram advertidos com cartão amarelo devido à reclamações. Aos 16 minutos, o JDN teve grande chance para ampliar, mas Marcelo Mendel defendeu à queima-roupa. No minuto seguinte, Amauri arriscou de longe, a bola bateu no companheiro Felipe e saiu pela linha de fundo. A cinco minutos do fim, Amauri teve nova chance, dentro da área, mas parou no travessão.

final, Ellite, JDN, Grêmio Gaúcho, duelo
A Final foi da principal divisão do clube foi equilibrada e emocionante

Mesmo com uma dose extra de drama no final, o JDN segurou a vitória por 1 a 0 e garantiu seu primeiro título da Série Ouro. “Sabíamos das dificuldades. Trabalhamos jogo a jogo e viemos com a convicção de ganhar. Fizemos uma campanha muito sólida. Parabenizo a torcida, o técnico e o time, que é uma família”, destaca o goleiro Gabriel Kappes, eleito o destaque da partida.

Protagonista da decisão, Gabriel admite que não sabia onde William de Melo cobraria o pênalti e considera essa defesa a sua mais importante no clube. “Fui na intuição. Não sabia onde ele ia bater. Ele veio muito reto, caí para o canto e pude ajudar minha equipe. Foi a defesa mais importante aqui, com certeza. Eu e o Samuel (goleiro reserva) temos uma disputa muito sadia. Não tivemos a melhor defesa do campeonato à toa”, enaltece o goleiro do JDN.

Tok de Bola vence a Série Prata com facilidade
Invicto na competição, melhor defesa e melhor ataque da Série Prata, o estreante Tok de Bola não teve dificuldades para conquistar o título da divisão de acesso. No último sábado, a equipe venceu o Feyenoord por 3 a 0 e confirmou sua grande campanha. Em 12 jogos, a equipe conquistou 10 vitórias e 2 empates.
O duelo final começou lá e cá. Com um minuto de jogo, os goleiros das duas equipes já haviam feito boas defesas. Aos poucos, o Tok de Bola foi tomando conta do jogo. Alisson Borges tentou várias vezes de longe, mas mandou todas por cima. Aos 11, Maicon Fabiano, o Fronteira, arriscou de longe, e o goleiro Luis Miguel voou para espalmar.

Tok de Bola, Série Prata, campeão, futebol, Paulo
Paulo Rodrigo Klein foi o melhor jogador da partida na Série Prata

Aos 21 da primeira etapa, Paulo Rodrigo Klein aproveitou falha da defesa do Feyenoord e, livre na frente do goleiro Luis Miguel, mandou de bico para abrir o placar. Dois minutos depois, Everton Ferreira, o Tabajara, cobrou falta, a bola desviou na defesa e raspou no travessão.

O segundo tempo começou com o Tok de Bola tomando a iniciativa. Fronteira tentou de longe em duas oportunidades e mandou ambas para fora. Aos 16, Paulo Ricardo, o Paulinho, fez ótima jogada individual pela ponta direita, mas chutou na rede pelo lado de fora. No minuto seguinte, Guilherme Duarte, que havia acabado de entrar, chutou no cantinho e aumentou a vantagem do Tok.

Para fechar o placar, Fronteira fez jogada pela esquerda e cruzou para o meio da área, onde estava Paulinho, que só teve o trabalho de completar para o gol: 3 a 0 e título merecido para o time que participou pela primeira vez do campeonato. “Queríamos muito essa taça. Seria difícil tirar esse título de nós, pois tínhamos esse objetivo. Tem muita gente experiente no grupo e alguns foram campeões no clube pela primeira vez. Acredito que meu gol foi na hora certa, se não eles iam crescer no jogo”, ressalta o polivalente Paulo Rodrigo Klein, autor do primeiro gol e eleito o destaque do jogo.

Antes desse duelo, Skinão e Fominhas se enfrentaram pela final feminina da Copa Agrogauer. Com gols de Cátia e Tamires, as Fominhas venceram por 2 a 1 e fizeram a festa. Franciele Rangel fez o gol do Skinão.

Deixe seu comentário