Pedido foi aprovado por cinco votos a três Foto: Divulgação

Em sessão ordinária realizada na noite desta quinta-feira, 16, a Câmara de Vereadores de Pareci Novo aprovou por cinco votos a três, a instauração do processo de impeachment do prefeito Paulo Alexandre Barth (PDT) e vice-prefeito Fábio Scnheider (PDT). O documento com o pedido que havia sido protocolado na última quinta-feira, 9, pelos cidadãos Nilo Campos Teixeira e Andréia Costa Guimarães é fundamentado com base no Decreto Lei 201/67 através do seu artigo 4°, incisos I,VII,VIII e X.

Todo o documento foi apreciado durante a sessão, e há relatos de supostas infrações político-administrativas cometidas pelo prefeito e vice como: o impedimento do funcionamento regular da Câmara; as omissões de prática de suas competências; a negligência ou omissão na defesa de bens, direitos e interesses do Município; e procedências incompatíveis com a dignidade e decoro dos cargos.

Infrações relacionadas a pregões de serviços técnicos de elétrica foi uma das acusações do processo. Na ocasião foram lidos conteúdos de conversas em áudio entre o prefeito e vice, e os envolvidos nos pregões do município. Sobre o uso desse artefato, o vereador Paulo da Silva (PDT) relatou que já foi registrado um boletim de ocorrência, pois os áudios teriam sido vazado e sob acusação de fake news.

Após a leitura teve início a votação da abertura do processo de impeachment. Somente os vereadores Joice Streit (PDT), Luis Cappra (PDT) e Paulo da Silva (PDT) foram contrários a instauração. Vale ressaltar que desde o início do seu mandato Cappra assumia o cargo de secretário de Cultura e Desporto, mas retornou para a Casa Legislativa nesta quinta-feira, 16. A reportagem entrou em contato com o vereador, mas não obteve retornos até o fechamento desta matéria.

Uma comissão processante foi constituída para realizar toda a análise do caso. O presidente da comissão é o vereador Fábio Diemer (PP), o relator é Gelcí de Mello (Rep) e o membro é a vereadora Joice Streit (PDT). Após um breve momento reunidos a comissão informou na sessão que irá fazer a primeira reunião na próxima terça-feira, às 18h. “Será o trabalho em conjunto das três partes, dos três representantes, de forma imparcial”, disse o presidente da comissão.

Deixe seu comentário