Torneio de Lance Livre marca a retomada das disputas presenciais no Sesc

Basquete. Competição na unidade de Montenegro atrai atletas de várias cidades do Estado

As atividades esportivas presenciais foram retomadas no Sesc Montenegro. De forma individual e atendendo a todas as medidas de segurança em virtude da pandemia do novo coronavírus, a unidade está realizando o Torneio de Lance Livre Sesc/Sindilojas Montenegro. O desafio de basquete, inspirado no modelo do All-Star Game (Jogo das Estrelas) da NBA, iniciou no dia 2 de setembro e terá sua final hoje, 16, no ginásio do Sesc do município.

Até o final da tarde da última sexta-feira, 43 atletas haviam realizado a inscrição para disputar o torneio. A unidade limitou a competição a 50 participantes. O regulamento é simples: cada atleta tem 20 minutos para fazer os arremessos. São três séries de 10 tentativas e o participante elimina a série com o menor aproveitamento. Um dos finalistas, Thuyan Oliveira, de Canoas, se credenciou à decisão com 19/20 lances livres convertidos.

Técnico de Esporte e Lazer do Sesc Montenegro e um dos organizadores da competição, Mateus Araujo definiu o torneio como “uma grata surpresa” e destacou que o desafio atraiu pessoas de várias cidades do Rio Grande do Sul. “Tivemos participantes de Canoas, Esteio, Triunfo, Capela de Santana e até Palmeira das Missões. Uma mãe trouxe seu filho para competir, e ela também acabou participando”, salienta.

Na tarde da última sexta-feira, 11, a garotada da equipe Street Ball Promorar, do Projeto #JesusComanda Resgatar, esteve no ginásio do Sesc para, além de competir, se divertir. “A sensação é muito boa, de incentivo ao esporte. Preciso destacar a confiança das mães, que permitiram a vinda dos meninos, além do apoio dos patrocinadores, que tem sido muito importante. Além da prática esportiva, o torneio também atinge o lado social, com a doação dos alimentos (inscrição). É maravilhoso”, enaltece Mauro da Costa Silva, idealizador e professor do projeto.

“Muito bacana a ideia desta competição. O arremesso é um fundamento essencial no basquete. E com todas as medidas de segurança sendo tomadas, podemos sair de casa e praticar esporte”, complementa Mauro.

O jovem Lucas Silva, de 14 anos, acertou nove de 20 arremessos no torneio. Inspirado em Allen Iverson e Russel Westbrook (estrelas da NBA – o primeiro já aposentado), o garoto intensificou os treinamentos durante a pandemia. “Assisto aos jogos de basquete pela TV e gosto do esporte desde pequeno. Quando vi os meninos na vila jogando, quis jogar também. Esse período em isolamento está difícil, mas esse torneio foi uma boa oportunidade. Estou treinando bastante a parte física em casa”, declara.

A grande final do torneio ocorre hoje à noite, a partir das 19h, com transmissão ao vivo do Facebook do Sesc Montenegro. Thuyan Oliveira, de Canoas, e Ricardo de Moraes, de Montenegro, disputam o título da competição.

Deixe seu comentário