As escolas terão de 30 de junho a 3 de agosto deste ano para aplicar as provas na primeira fase. Foto: reprodução

Após o hiato em 2020, a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) voltará a ser realizada neste ano. As inscrições para a 16ª edição do evento foram reabertas na última segunda-feira, dia 19, e se estendem até o dia 30 de abril. As escolas terão de 30 de junho a 3 de agosto deste ano para aplicar as provas na primeira fase. Inclusive, esta é uma mudança em relação às edições anteriores, que tinha a primeira fase em um único dia.

Os exames serão enviados às escolas através da plataforma Obmep, dentro da área restrita de cada instituição. O diretor-geral do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), Marcelo Viana, explicou que as escolas poderão definir, dentro desse prazo, a data de aplicação das provas, de acordo com as condições locais. “Essa é uma grande mudança”, frisa.

Marcelo também comemorou o retorno das inscrições para o evento, que terá adaptações para acontecer em 2021. “É uma alegria poder fazer a Obmep este ano. No ano passado, a gente ficou travado por conta da pandemia do novo coronavírus, porque dependemos das escolas estarem funcionando para a olimpíada poder acontecer. Este ano, nós estamos nos ajustando à realidade”, salientou.

As escolas que enviaram a documentação entre 10 de fevereiro e 20 de março do ano passado têm mantidas as inscrições para esta edição da Obmep. Vale lembrar que podem participar da atividade escolas públicas e privadas. Os cartões-respostas dos estudantes classificados para a segunda fase devem ser enviados pelos correios ou por aplicativo entre 1° de julho e 11 de agosto.

No dia 9 de setembro, a organização vai divulgar os classificados para a segunda fase do evento, prevista para ocorrer de forma presencial, em 6 de novembro. Os resultados finais, com a lista dos estudantes premiados, serão divulgados no dia 18 de janeiro de 2022.

Deixe seu comentário