No Polo, hoje, planta da Innova recebe matéria prima da Braskem para a produção, principalmente, do monômero de estireno. Este é usado para fabricar itens como asfalto, pneus, tintas e borrachas FOTO: INNOVA/DIVULGAÇÃO

Fabricante de resinas já instalada no Polo Petroquímico de Triunfo, a Innova recebeu aval para a construção de uma nova termelétrica no complexo. Para funcionar a partir da queima de matéria orgânica, o empreendimento utilizará o cavaco de madeira como combustível principal.

A empresa fez a solicitação de outorga junto à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em outubro do ano passado. Agora, autorizada para funcionamento, tem o prazo de três anos para entrar na operação térmica. O projeto da nova termelétrica prevê uma potência instalada de 30 megawatt’s.

Deixe seu comentário