Vagas Mombach Centenário
Nova loja terá 1.700 metros quadrados, com foco especial nos produtos perecíveis. ARTES: MOMBACH/DIVULGAÇÃO

Empresa montenegrina faz investimento na construção de sua terceira unidade

A Câmara de Vereadores vota, na sessão desta quinta-feira, projeto de lei do Executivo propondo incentivos ao Supermercado Mombach. A empresa nasceu em 1957, em Salvador do Sul, e está em Montenegro desde 1962. Com duas lojas consolidadas, uma no Centro e outra na Timbaúva, a terceira deve ser inaugurada em breve, em frente ao Parque Centenário. É com esta obra que a Administração Municipal pretende contribuir.

Pela proposta apresentada, o incentivo será viabilizado, em parte, através da isenção do pagamento do IPTU pelo período de 10 anos. Segundo cálculos apresentados no processo, a arrecadação com este tributo, que não existiria sem a nova unidade, representará em torno de R$ 41 mil. A Prefeitura também fornecerá materiais para composição do concreto (base de brita graduada e asfalto) e participará da execução do pavimento asfáltico, nivelamento do terreno e aplicação dos materiais de uma área com 920 metros quadrados, o estacionamento da nova loja. Estes benefícios foram avaliados em R$ 87 mil.

Como contrapartida aos incentivos propostos, os proprietários se comprometem a gerar 60 novos empregos e a custear a reforma do banheiro localizado próximo ao pórtico do Parque Centenário, beneficiando diretamente os usuários deste espaço público. O valor desta reforma está previsto em R$ 28.500,00, compensando parte do investimento da Prefeitura em obras e materiais para o empreendimento.

O assunto vem tendo grande repercussão nas redes sociais desde que foi anunciada a votação da matéria. Algumas pessoas entendem que a Prefeitura deveria investir nas empresas de pequeno porte, em dificuldades por conta da pandemia. De outro lado, os que pedem a aprovação da matéria lembram a importância de investir também em empreendimentos locais que geram empregos e renda, já que as empresas de fora costumam ser beneficiadas pela municipalidade.

Ao defender a proposta, também há quem identifique nas críticas um componente político. Rejeitar a matéria seria uma forma de desgastar a Administração e atingir o prefeito Kadu, candidato à reeleição. No dia 11 de junho, a Câmara aprovou, por unanimidade, incentivos no valor de R$ 53.704,00 para uma empresa em troca da geração de 5 a 10 empregos. Cada nova vaga custará, portanto, mais de R$ 5 mil aos cofres públicos. Como a soma dos benefícios a serem alcançados ao Mombach alcança R$ 128 mil, em troca de 60 postos de trabalho, cada um sairá por pouco mais de R$ 2 mil.

Na reunião da Comissão Geral de Pareceres, nesta terça, a matéria teve os votos favoráveis de Talis Ferreira (Progressistas) e Josi Paz (PSB). Os demais integrantes da CGP, Felipe Kinn da Silva (MDB) e Neri de Mello Pena, o Cabelo, e Juarez Vieira da Silva, do PTB, optaram por se abster. A decisão final será tomada na sessão da Câmara, que começa às 19h desta quinta e só pode ser acompanhada através das redes sociais e do Youtube. Por causa da pandemia do coronavírus, o plenário não será aberto ao público.

Esta tarde, diante do debate que o tema vem provocando, a direção do Supermercado Mombach emitiu uma nota de esclarecimento. Leia na íntegra:

SUPERMERCADOS MOMBACH ESCLARECE

Em virtude de informações distorcidas e sem base na realidade, recentemente divulgadas nas redes sociais, cabe-nos a responsabilidade de esclarecer o que segue:

1- O Supermercado Mombach é uma empresa familiar que há 60 anos empreende, gera empregos e tributos ao município além de contribuir ativa e financeiramente em ações sociais, culturais, de saúde e educacionais, somadas às contribuições à entidades.

2- Em nenhum momento de nossa história utilizamos recursos públicos nem benefícios que pudessem ter origem em movimentos políticos e/ou político partidários. Como empresa familiar trazemos para os negócios a ética e a seriedade ensinadas em casa.

3- Estamos investindo 5 milhões de Reais em um empreendimento que gerará pelo menos mais 60 empregos diretos e 70 indiretos, além do incremento da rede de fornecedores e parceiros do negócio que movimenta a economia do município. Em um momento de crise e retração nos negócios poderíamos aplicar este valor no mercado financeiro ou em ativos que visam a segurança patrimonial.

Poderíamos, ainda, empreender em outro município, pois já temos duas lojas em Montenegro, mas preferimos colocar recursos no setor produtivo e gerador de bem estar na comunidade que nos acolhe há seis décadas.

SOBRE A LEI E O INCENTIVO

1- Postagens e comentários nas redes sociais dão a entender, de forma errada e irresponsável, que sairá dos cofres públicos o valor de 120 mil Reais. Isto não pode estar mais longe da verdade.

2- Os incentivos à empreendimentos no município são baseados na lei 3.739 do ano de 2002, que prevê incentivos como isenção de impostos e prestação de alguns serviços utilizando estrutura, mão de obra e maquinário público.

3- No caso específico dos Supermercados Mombach este incentivo se dará na forma de isenção de IPTU pelo período de 10 anos e na prestação de serviços de terraplanagem e revestimento da área do futuro estacionamento do novo supermercado. Ou seja DE FORMA ALGUMA A ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL ESTÁ RETIRANDO OU REALOCANDO RECURSOS DO ERÁRIO MUNICIPAL PARA BENEFICIAR OU AUXILIAR NOSSO EMPREENDIMENTO.

4- Incentivos baseados na mesma lei e de forma similar já foram concedidos a outras empresas que se instalaram no município, nesta e em outras administrações. Este é um procedimento que visa o crescimento da atividade econômica, a geração de empregos e o aumento na arrecadação de tributos.

CONTRAPARTIDAS

O compromisso firmado entre a Prefeitura Municipal de Montenegro e os gestores dos Supermercados Mombach prevê contrapartidas que beneficiam a comunidade.
Como CONTRAPARTIDA IMEDIATA assumiremos os custos da reforma dos dois banheiros públicos localizados na entrada do Parque Centenário. Obra estimada em 28 mil Reais. Os já mencionados empregos, em um momento difícil no qual muitas pessoas perderam os seus, é mais uma contrapartida, não só para o município, mas para 60 famílias.

Há ainda a contrapartida a médio e longo prazos que é a arrecadação de ICMS. Só no primeiro ano de atividade estimamos o valor de 150 mil Reais retornados ao caixa do município.
EM UM ANO RETORNAREMOS VALOR MAIOR DO QUE O CONCEDIDO AO LONGO DE 10 ANOS.

Finalizamos agradecendo à Prefeitura Municipal e equipe, aos Srs. Vereadores Municipais e equipe, e aos clientes e amigos que nos prestigiam e nos auxiliam a eliminar boatos e comentários mal intencionados nas redes sociais. Sobre estes comentários e insinuações tomaremos as medidas legais. Uma marca construída por 60 anos e com o esforço de muitos não pode ficar à mercê da irresponsabilidade desinformada.

Sinceras saudações

Marili Mombach Friedrich e equipe Mombach

Deixe seu comentário