ARMA e munições estavam com homem de Canoas foto: BM/Divulgação

Flagrante. Acusado disse aos policiais que arma era de herança de família

Um homem de 46 anos, natural de Canoas, com antecedentes policiais, foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo pela Brigada Militar, na Volta do Anacleto, na noite de sexta-feira. O homem foi detido durante uma ação dos PMs em atividade de patrulhamento de rotina da Operação Avante em Montenegro e Triunfo, que contou com a participação de alunos-soldados da Escola de Formação e Especialização de Soldados (EsFes) da BM.
Ele estava em um veículo com quatro pessoas, sendo que foi o último a deixar o automóvel. Quando desceu, os policiais perceberam que no bolso da calça havia oito munições de calibre 28. Revistado, o acusado admitiu que no banco encontrava-se uma espingarda, também calibre 28. A justificativa dele é que o armamento era herança de família.
Além disso, disse aos brigadianos que o grupo estava indo comprar cerveja em um bar ao lado da Penitenciária Modulada Estadual de Montenegro. Depois de ter feito exame de corpo de delito no Hospital Sagrada Família, em São Sebastião do Caí, o homem foi apresentado na DPPA Vale do Caí e o delegado de plantão, Marcos Pepe, lavrou a prisão em flagrante.
Uma fiança de R$ 950,00 foi arbitrada pela autoridade policial. Como o pagamento foi feito, o acusado foi liberado de ingressar no sistema prisional, mas responderá ao processo em liberdade.

 

Deixe seu comentário