Parque Centenário está interditado há cinco meses devido à pandemia. Foto: divulgação Acom Montenegro

Para evitar aglomerações, Centenário, praças e orla seguem fechados em Montenegro

Na última terça-feira, 18, o governo do Rio Grande do Sul emitiu uma nota liberando a realização de competições esportivas e treinos de atletas profissionais e amadores nas cidades localizadas em regiões com bandeira amarela ou laranja, de acordo com a classificação do Modelo de Distanciamento Controlado. Neste momento, Montenegro está classificado com a bandeira vermelha (risco alto) e, mesmo adotando os protocolos da laranja, a disputa de torneios não está permitida no município.

Além disso, o Decreto 55.444, publicado no Diário Oficial dessa segunda-feira, 17, estabelece que, para a realização das atividades, é necessário observar restrições descritas em decretos estaduais relativos à pandemia do novo coronavírus, bem como a Nota Informativa 18 da Secretaria Estadual da Saúde. Nas competições esportivas em regiões com bandeira amarela e laranja, é permitida a presença de até 50% de trabalhadores, sem presença de público, desde que haja autorização do município onde o evento ocorre.

Desde o dia 26 de junho, diferentes espaços públicos do Município, como praças e a orla do Rio Caí, foram isolados pela Prefeitura, a fim de evitar aglomerações e a circulação de pessoas. O Parque Centenário, local muito utilizado pelos montenegrinos para caminhadas e corridas, está interditado desde meados março, quando iniciou a pandemia no Brasil.

Em relação aos clubes sociais e esportivos, os treinos coletivos de atletas profissionais (exclusivamente) estão permitidos em regiões de bandeira laranja, assim como a presença de 25% dos trabalhadores, sempre sem público. O atendimento individualizado de atletas amadores fica restrito ao espaço mínimo de 16 metros quadrados por pessoa.

Presidente do Conselho Deliberativo do Grêmio Gaúcho e vice-presidente Administrativo do Cantegril, Edison Zang, o Edinho, afirma que não há previsão de abertura para as práticas esportivas coletivas nos dois clubes. “Mesmo se estivéssemos na bandeira laranja ou até amarela, há muitos cuidados que devem ser tomados, que impedem aglomerações e as práticas dos esportes de contato”, frisa.

Apesar disso, Edinho salienta que tanto o Grêmio Gaúcho, como o Cantegril, estão abertos para as práticas individuais ou de no máximo duas pessoas. “Tudo sem proximidade, como corridas, caminhadas, bater uma bolinha entre familiares (pai e filho, por exemplo). Treinos na areia e de tênis – modalidade – no Cantegril, entre dois atletas, estão sendo permitidos, tendo que respeitar todos os cuidados estabelecidos na legislação”, complementa.

A reportagem entrou em contato com a Administração Municipal para atualizar a situação do Parque Centenário e de outros espaços públicos, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.

Isolada desde o final de junho, Orla do Rio Caí é utilizada para caminhadas

Caí descarta liberação de quadras e clubes
Assim como Montenegro, o município de São Sebastião do Caí também está classificado na bandeira vermelha no Modelo de Distanciamento Controlado, adotando os protocolos da bandeira laranja. Em nota, a Prefeitura do Caí descartou a liberação de quadras esportivas, clubes e campos de futebol na cidade neste momento.

Confira um trecho do comunicado divulgado pela Administração Municipal de São Sebastião do Caí: “Nos últimos dias surgiram inúmeros comentários e informações equivocadas sobre a possibilidade de liberação de quadras esportivas, clubes e campos de futebol no Município de São Sebastião do Caí.
No momento essa possibilidade não existe, visto que estamos na bandeira vermelha e utilizando protocolo de bandeira laranja, o qual não permite competições ou eventos esportivos de qualquer natureza. Portanto, tanto campeonatos quanto atividades coletivas em quadras e campos do Município seguem proibidos.

Ainda não há previsão para liberação de uso de quadras esportivas e campos de futebol. Isso vai depender de como a situação imposta pela pandemia estará nas próximas semanas e meses em São Sebastião do Caí, na região e no Estado.”

Deixe seu comentário