Planejamento define que consulta encerrará no próximo dia 12. Imagem: Governo do Estado

Com o objetivo de elaborar uma solução coletiva e colaborativa, o Estado iniciou nesta quinta-feira, dia 2, uma consulta a 1.520 entidades representativas sobre a retomada presencial das atividades de ensino. Até o dia 12 de julho, por meio de formulário eletrônico serão recebidas sugestões sobre o retorno das aulas e protocolos de prevenção.

Após anunciar um retorno gradual as salas de aula, hoje o governador Eduardo Leite assumiu que o agravamento da pandemia obrigou a recuar da proposta inicial. A ideia da volta por etapas de ensino está mantida, embora ainda não tenha uma data.

No formulário enviado diretamente a cada entidade, são apresentados quatro cenários, começando pela educação e deixando por último o ensino superior, por exemplo, ou iniciando e finalizando com a educação infantil. Mas também existe a oportunidade de que cada avaliador apresente um cenário próprio. Leany Lemos, coordenadora do Comitê de Dados, afirma que, dentre os 12 setores mapeados pelo Distanciamento Controlado, o da educação é o “mais complexo” em relação ao enfrentamento à pandemia.

Você sabia
A educação movimenta, no Rio Grande do Sul, mais de 2,5 milhões de pessoas, desde a pré-escola à pós-graduação. Assim, envolve cerca de 20% da sociedade gaúcha, circulando pelas ruas e ficando, em grande parte do tempo, juntas e ambientes fechados.

Deixe seu comentário