A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) aprovou nessa quinta-feira, 29, a criação da Frente Parlamentar de Apoio à Família Militar.A frente terá como objetivo principal acompanhar a tramitação de projetos no Senado e na Câmara que tratem de assuntos de interesse dos militares.

Segundo o projeto de resolução, o grupo de deputados e senadores deverá defender os interesses da corporação, sejam relacionados a militares das Forças Armadas, quanto a militares que integram forças nos estados e municípios, como são o caso de polícias civil e militar e corpos de bombeiros militares, incluídos os da ativa, reserva, reformados, pensionistas, ex-combatentes e respectivos dependentes.

O texto inclui no conceito de “família militar” os profissionais das três Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica), os policiais militares e os que servem junto aos corpos de bombeiros militares ou brigadistas militares, como são chamados em alguns estados e municípios.

O projeto de resolução (PRS 9/2019) segue agora para análise da Comissão Diretora do Senado. A iniciativa de criar a frente parlamentar foi do senador Izalci Lucas (PSDB-DF).

 

 

 

Deixe seu comentário