Mbappé, França, jogador, craque, Copa
Com apenas 19 anos, Mbappé vem fazendo história nesta Copa do Mundo. Fotos: divulgação internet

Seleções europeias decidem a Copa do Mundo neste domingo. França quer o bi e croatas buscam o título inédito

Falta pouco para conhecermos a nova campeã mundial. Neste domingo, França e Croácia se enfrentam pela grande final da Copa do Mundo da Rússia, em um jogo repleto de atrações. Se a Seleção Brasileira e os craques Cristiano Ronaldo e Messi não estão na decisão, outros grandes jogadores aparecem como candidatos a protagonistas. A batalha final do Mundial 2018 será travada no estádio Lujniki, em Moscou, a partir do meio-dia (horário de Brasília).

Os franceses vão em busca do bicampeonato mundial, exatamente 20 anos após a primeira conquista, e apostam no brilho de Mbappé, Griezmann e Pogba para levantar a taça. Já os croatas chegam pela primeira vez à final e querem continuar fazendo história em solo russo. Para isso, contam com o talento e a experiência de Modric, Rakitic e Mandzukic.

Nas semifinais, a França teve a poderosa “geração belga” pela frente, fez uma partida muito segura e venceu por 1 a 0, com gol do zagueiro Umtiti, no início da etapa final. A Croácia encarou a Inglaterra, saiu atrás do placar e conseguiu empatar na metade do segundo tempo, com Perisic. Equilibrado durante os 90 minutos, o duelo foi para a prorrogação. Pela terceira vez no torneio, os croatas enfrentaram o tempo extra. Na etapa complementar da prorrogação, Mario Mandzukic virou a partida para a Croácia e garantiu a seleção em sua primeira decisão de Copa.
A equipe francesa, inegavelmente, chega mais descansada para a final. Na fase eliminatória, a seleção comandada por Didier Deschamps eliminou Argentina, Uruguai e Bélgica no tempo normal. Por outro lado, a Croácia jogou três prorrogações e duas disputas de pênaltis para chegar à decisão. Como a prorrogação tem 30 minutos e os croatas passaram por ela três vezes, ou seja, 90 minutos, o país estreante em finais jogou uma partida a mais que a França até o momento.

Apesar disso, a seleção croata não mostrou desgaste no embate contra a Inglaterra, na quarta-feira, tanto é que dominou o tempo extra e marcou o gol decisivo na segunda etapa da prorrogação. É hora da superação e quem errar menos no confronto deste domingo ficará com o tão sonhado título.
Se o time croata já colocou seu nome na história do país ao chegar pela primeira vez na final do Mundial, do outro lado, um jovem talento francês também vem brilhando na Copa. Com três gols marcados no torneio até agora, sendo dois nas oitavas de final contra a Argentina, o atacante Kylian Mbappé, de apenas 19 ano
s, se tornará o terceiro jogador mais jovem a disputar uma final de Copa do Mundo, atrás apenas de Pelé e do italiano Giuseppe Bergomi.
Melhor jogador de todos os tempos, Pelé disputou a final de 1958, quando tinha somente 17 anos, e marcou duas vezes na goleada brasileira sobre a Suécia por 5 a 2. Já o zagueiro Giuseppe Bergomi, com 18 anos, foi campeão com a Itália em 1982 e teve papel de destaque na decisão ao anular o alemão Rummenigge. Os italianos venceram o duelo por 3 a 1.

Depois de 36 anos, a Copa do Mundo volta a ter um atleta de destaque com menos de 20 anos. E o potencial de Mbappé é enorme. Companheiro de Neymar no PSG, o garoto vem se firmando no torneio não apenas pelos gols, mas também pelas jogadas de efeito e com sua velocidade. Diante da Bélgica, deixou o centroavante Giroud na cara do gol com um passe sensacional de letra, mas a defesa adversária travou o chute.

As semelhanças da atual França com o time de 1998

Croácia, Modric, craque, futebol, Copa do Mundo, final
Craque da Croácia, Modric é um dos candidatos a melhor jogador do torneio

O primeiro e único título mundial conquistado pela França completou duas décadas nesta quinta-feira. Prestes a disputar mais uma decisão de Copa do Mundo, os franceses têm motivos de sobra para acreditar no bicampeonato. São várias coincidências envolvendo as duas gerações. O capitão da equipe naquela final contra o Brasil atualmente é o treinador da seleção: Didier Deschamps.

Para chegar à decisão em 1998, os franceses eliminaram justamente a Croácia nas semifinais, com dois gols do zagueiro Thuram. Desta vez, a adversária foi a Bélgica, e o gol da classificação também veio de um zagueiro, Umtiti, que tinha apenas cinco anos de idade quando a França ergueu a taça da Copa do Mundo.

Outro roteiro que vem se repetindo neste ano é a escassez de gols do camisa 9 francês. Na campanha do título inédito, o centroavante Guivarc’h não balançou as redes nenhuma vez. Até o momento, Giroud também não conseguiu marcar um gol sequer no torneio.

Em sua quinta participação na Copa, a Croácia já superou seu melhor resultado, que foi justamente em 1998, quando terminou na terceira posição. Com um grupo experiente e liderado por Modric, craque do Real Madrid-ESP, o time croata quer continuar surpreendendo o mundo e levantar a taça na Rússia.

Ficha técnica da decisão
Provável escalação da França: Lloris; Pavard, Varane, Umtiti e Lucas Hernández; Kanté, Pogba e Matuidi; Griezmann, Mbappé e Giroud.

Provável escalação da Croácia: Subasic; Vrsaljko, Lovren, Vida e Strinic; Brozovic, Rakitic, Rebic, Modric e Perisic; Mandzukic.

Data: 15/07/2018 (domingo)
Horário: 12h (de Brasília)
Local: estádio Lujniki, em Moscou

Estatísticas da Copa do Mundo
Com seis gols, o inglês Harry Kane é o artilheiro do mundial.
A Bélgica, que encara a Inglaterra na disputa do 3° lugar, possui o melhor ataque da Copa, com 14 gols feitos.

161 gols já foram marcados na competição, uma média de 2,6 por jogo.
Após 62 partidas, o torneio teve apenas quatro cartões vermelhos aplicados até o momento.

O croata Luka Modric é o jogador que percorreu a maior distância da Copa: 63 quilômetros.
Já eliminado, o mexicano Guillermo Ochoa é o goleiro com mais defesas praticadas (25).
As partidas com mais gols ocorreram pelo grupo G: Bélgica 5 x 2 Tunísia e Inglaterra 6 x 1 Panamá.

Deixe seu comentário