Projeto estimula a participação dos jovens na política

quantidade de candidatos inscritos este ano para as dez vagas é recorde

Com novas regras, o projeto Câmara Mirim chega a sua nova edição com um recorde de participantes. No dia 13 de novembro, 36 candidatos disputarão os votos de cerca de 1.500 colegas nas dez escolas participantes. Cada instituição elegerá um vereador e, graças a uma parceria entre o Legislativo e o Cartório Eleitoral, pela primeira vez, serão usadas urnas eletrônicas no processo.

O trabalho está sendo coordenado pela Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Câmara e começou no fim do ano passado, com a sensibilização das escolas. Todas as instituições da rede pública – municipal e estadual – e privada foram visitadas e dez manifestaram interesse em participar da iniciativa. Depois, ocorreram visitas com palestras em sala de aula, resultando num número recorde de candidaturas.

Tiago Goulart

De acordo com o assessor parlamentar Tiago Goulart, o projeto sofreu mudanças e, neste ano, apenas os alunos do sexto ao oitavo anos puderam se candidatar. “Chegamos a pensar em incluir os do nono ano, mas como os mandatos serão de dois anos agora, acabariam trocando de escola antes do encerramento do programa”, explica.

A Câmara pretendia realizar a votação mais cedo, mas como fazia questão de usar urnas eletrônicas, foi preciso aguardar a escolha dos novos conselheiros tutelares primeiro. Assim, o pleito ficou para o dia 13 de novembro. “Os votantes vão encontrar na urna as fotos e os números dos candidatos de cada escola. Assim, eles já vão se acostumando ao sistema”, pontua o assessor.

Nas dez escolas participantes, 35 turmas estão aptas a participar da escolha, cujo objetivo, em linhas gerais, é despertar a cidadania. “É importante que os jovens tenham contato com a política desde cedo, para que entendam o seu papel na sociedade e amadureçam sabendo o quanto sua participação nas decisões da comunidade é fundamental”, ressalta o assessor de Comunicação da Câmara, Sílvio Kael. A Escola Estadual Januário Corrêa, situada no bairro São João, é a que tem maior número de candidatos: sete.

Outra novidade desta edição será a transmissão ao vivo das sessões ordinárias da Câmara Mirim, uma vez por mês, pelos canais de comunicação do Legislativo. A previsão é de que a sessão solene de posse ocorra no dia 21 de novembro, às 20h. Todos os familiares e colegas dos eleitos serão convidados a prestigiar o evento.

Os candidatos e seus números
Escola Cinco de Maio
Alyce dos Santos Billig – 1000
Eduardo de Souza Maffacioli – 1078
Matheus Hummes Ferreira – 1015

Escola Paulo Ribeiro Campos – Polivalente
Brian Agostinho – 2460
Sadi Kaiper Junior – 2469

Escola Osvaldo Brochier
Andrieli Baischi – 3100
Bruna Natália da Rocha – 3109

Escola Pedro João Müller
Taíssa Iedi da Costa – 4909
Marina Schley Franco – 4903

Escola José Pedro Steigleder
Bárbara Zilles de Almeida – 5049
Bruno Kremer de Araújo – 5035
Diogo Rodrigues Lopes – 5000
Rauanny Moreira Líbio – 5001

Escola Dr. Walter Belian
Arthur Gonçalves Lassem – 6262
Augusto Machado Bastos – 6000
José Luís da Rosa Flores – 6866
Lilia Maria de Borba Dewes – 6661

Instituto de Educação São José
Isadora de Azeredo – 7123
Júlia Bzuska Büttenbender – 7100
Otávio Jorge de Arruda – 7177
Thalles da Silva Araújo – 7130

Escola Januário Corrêa
Allana Rafaela Luft – 8018
Arthur Angeli Kauer – 8045
Arthur Ritter – 8073
Carlos Eduardo Goelzer – 8069
Eduarda Flores Barreto – 8062
Guilherme Manfio Cervi – 8011
Nathália Mottin de Novais Rocha – 8008

Colégio Sinodal Progresso
Alice do Canto Ignácio – 9927
Ana Luiza Chiavenato Lauer – 9900
Gabriel Nunes Knorst – 9911
Larissa Sirtuli Cardoso – 9999
Maria Eduarda Erig – 9914
Nicolas Granado – 9901

Escola Delfina Dias Ferraz
Edna Gabriela de Andrade – 9001
Brian Lemos Vieira – 9002

Deixe seu comentário