Quando os bombeiros chegaram ao local, o fogo já havia consumido praticamente todo o imóvel

PERDA TOTAL. Família com crianças de oito meses e outra de três anos precisa de ajuda para recomeçar do zero

A fria e cinzenta segunda-feira terminou de forma trágica para a família da jovem Yuri Tainá da Rosa, de 21 anos, moradora da Rua Borba, no bairro Panorama, em Montenegro. Um incêndio provocado por brasas de um fogão destruiu totalmente a casa onde moravam ela, o marido Leonardo de Vargas, 21, e as duas filhas do casal, uma com oito meses e outra com três anos. Mesmo diante das perdas materiais, a família comemora o fato de ninguém ter se ferido.

Por volta das 15h30min Yuri tirou a lenha do fogão e deixou apenas algumas brasas. A jovem pegou a filha mais nova nos braços e foi até a casa da sogra Ana Kranz para tomar café. Não demorou muito para Ana, que mora ao lado, ver a fumaça saindo do imóvel do filho. Ambas ficaram apavoradas. “Em questão de minutos que eu fui na minha sogra a casa pegou fogo”, reitera Yuri.

Yuri Tainá enfrenta o segundo incêndio de sua vida, o primeiro foi no bairro Faxinal

Não houve tempo para retirar nada de dentro da casa mista, de cinco cômodos. Nem mesmo os documentos ou roupas para as meninas. Os bombeiros foram chamados, mas as labaredas se alastraram rapidamente e não foi possível evitar a total destruição. Ao todo, dois caminhões foram utilizados para controlar o fogo, que por pouco não atingiu as residências vizinhas. Casos como esse mostram a necessidade da atenção ao uso do fogão a lenha.

Com os olhos vermelhos da fumaça e de emoção, Yuri relata que é a segunda vez que enfrenta esse tipo de situação. “Eu tinha uma casa que pegou fogo no bairro Faxinal. O meu irmão morava lá, relata. Outra coincidência que faz as lágrimas da moça rolarem por seu rosto diz respeito a um sonho que ela teve na véspera do sinistro. “Hoje de manhã eu contei pra minha sogra que tinha sonhado com a casa pegando fogo”, diz. “Perdemos tudo. E agora?”, questiona desorientada.

O marido de Yuri trabalha como servente de pedreiro, junto com o pai dele. A família irá ficar na casa dos pais de Leonardo até conseguir reerguer o próprio “cantinho”. Amigos e parentes demonstram solidariedade e afirmam que irão auxiliar na construção da nova casa. Mas para que isso aconteça, eles precisam de doações de materiais em geral. Além disso, necessitam de roupas, calçados e todo o tipo de móveis e utensílios que a comunidade esteja disposta a dar. O telefone para contato com a família é 51 9 9990 8537.

Atenção com o uso do fogão a lenha
Quem tem fogão a lenha em casa deve manter certos cuidados para evitar risco de incêndio, entre eles:
– Não deixar tapetes próximos à entrada do fogão porque as brasas podem cair em cima e iniciar um incêndio.
– Quando existir janelas próximas do fogão, a cortina deve ser mantida longe.
– A lenha a ser utilizada deve ser do tamanho ideal, colocada totalmente dentro do fogão, para que não fique nenhuma parte de fora, causando risco de cair no chão.
– Quando for sair de casa ou dormir, apague totalmente o fogo do fogão.

Compartilhar

Deixe seu comentário