Será permitida a retirada antecipada para dois ou três meses de consumo de alguns medicamentos. Foto: Divulgação/SES

A Coordenação de Políticas de Assistência Farmacêutica da secretaria estadual da Saúde (SES) publicou na terça-feira, dia 24, uma nota técnica em conjunto com o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems/RS). O documento traz medidas de enfrentamento à pandemia da Covid-19 nas Farmácias de Medicamentos Especiais em cada Município, para evitar a circulação e aglomerações de pessoas nesses e em outros espaços.

Entre as principais mudanças está a prorrogação automática de todas as renovações da continuidade do tratamento, para que não seja necessário o retorno ao médico. Outra novidade é uma lista de medicamentos que será possível fazer a retirada antecipada para dois ou três meses de consumo, respeitando os estoques de cada unidade para não faltar para ninguém. A lista está disponível no site da SES (www.saude.rs.gov.br).

Como orientação aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), está a alternativa de familiares ou amigos buscarem os medicamentos para idosos ou outras pessoas no grupo de risco para a Covid-19. Se for um parente direto (filho, mãe, pai), é preciso apenas levar um documento próprio. Se não for alguém da família, é preciso levar um documento próprio e do usuário, podendo ser cópia ou foto, e uma declaração de autorização da retirada do medicamento, que pode ser escrita a próprio punho.

Entre outras recomendações está que cada colaborador e usuário, na medida do possível, leve sua própria caneta para assinatura dos recibos. A limpeza frequente dos espaços públicos, assim como telefones, teclados, maçanetas e outros itens de uso comum também é indicada, bem como o afastamento das cadeiras na sala de espera para, pelo menos, 1,5 metro de distância.

Ainda para facilitar a dispensação de medicamentos durante o período de isolamento social, foi publicada na última semana a Portaria SES nº 208/2020, que flexibiliza prazos de validade de prescrições de medicamentos de uso contínuo por até um ano.

Deixe seu comentário