Yvone Maria Cosner Mattana faleceu neste domingo, 18, aos 87 anos de idade. Foto: arquivo pessoal família

Faleceu neste domingo, 18, a ex-primeira dama de Montenegro, Yvone Maria Cosner Mattana, aos 87 anos de idade. A causa da morte foi um infarto fulminante.

Yvone era conhecida por ser uma importante apoiadora das causas sociais. Era madrinha da Apae-Montenegro e também realizava diversas ações sociais por conta própria no município. Ela era casada há 59 anos com o médico e ex-prefeito de Montenegro Ubirajara Resende Mattana.

“Ela era uma pessoa excepcional, de uma docilidade absoluta, dava-se com todos, não havia diferença de classe ou de cor, só fazia o bem, só ajudava”, destacou o marido, Dr. Mattana. Ele conta que o casal se conheceu há quase 70 anos atrás, na época que era estudante de Medicina. “Foi uma pessoa excepcional, aqui no consultório quando ela podia ajudar alguém ela sempre ajudava, foi uma pessoa que todos que conheceram vão sentir muita saudade”, destaca Dr, Mattana.

Homenagem de Ubirajara Mattana para a esposa, Yvone Mattana, na sacada da casa

Como forma de demonstrar o amor pela companheira, Dr. Mattana colocou na sacada de sua casa uma toalha escrita a mão com a mensagem: “te amo eternamente”. “Depois de quase 70 anos de convivência eu posso dizer que a amava, continuo a amando e sempre a amarei”, afirmou emocionado o médico.

Em nota a Prefeitura de Montenegro se solidarizou com a perda da família. “A Administração Municipal, através do prefeito Gustavo Zanatta e do vice, Cristiano Braatz, manifesta seu pesar pelo falecimento da ex-primeira-dama Yvone Maria Cosner Mattana”. A Apae Montenegro também emitiu nota de pesar. “Será sempre lembrada pela pessoa que era, inspiradora, solidária, gentil e querida por todos! Que Deus a tome em seus braços e conforte toda família!”, destacou a nota.

Natural de Caxias do Sul, Yvone deixa o marido, uma filha, dois netos e um bisneto. O sepultamento ocorreu na tarde deste domingo, 18, em Caxias do Sul.

Deixe seu comentário