Saibreiras darão mais qualidade e agilidade ao trabalho de manutenção

Melhorias significativas nas estradas da Zona Rural dependerão de três elementos: servidores, máquinas e material. A Prefeitura de Montenegro trabalha para suprir essas necessidades técnicas, mas apenas a questão dos trabalhadores tem solução definida. Isso por que os meses de janeiro e fevereiro marcam o período de férias; assim o simples retorno destes irá melhorar as ações da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (SDR).

Agora, a responsabilidade por patrolar, abrir valetas e podar árvores é inteiramente desta pasta, que desde o ano passado agregou equipe e maquinários da Secretaria Municipal de Viação e Serviços Urbanos (SMVSU). O secretário da pasta, Estevão Carpes, e o Diretor de Estradas, José Carlos de Ávila, o “Carlinhos”, estiveram reunidos nesta sexta-feira, dia 11, com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Maria Regina da Silveira, e com vereadores.

Neste momento expuseram outras duas mazelas do setor: máquinas e saibro. Carlinhos inclusive recordou que quando assumiu o cargo, em outubro de 2017, não havia uma patrola funcionando no pátio. Além disso, peças e até pneus não eram compradas. Hoje, ao menos quatro motoniveladoras voltaram à atividade. Agora a prioridade é consertar a única roçadeira articulada, além de comprar uma segunda máquina destas. O trator para acoplá-la já aguarda na Secretaria.

Em 2018 Montenegro recebeu financiamento via Banco do Brasil para uma séria de reposições na Prefeitura. O prefeito em exercício Cristiano Braatz (MDB) informou que segunda-feira o titular Carlos Eduardo Müller (SD) reassume, tendo como primeiro ato assinar autorização de despesa relativa ao financiamento, iniciando o Pregão Eletrônico. Todavia, será apenas para aquisição de um caminhão e um hidrojato. Ainda não há previsão para a aquisição das patrolas e da roçadeira.

Carlinhos e Estevão destacaram frentes de trabalho entre Bom Jardim e Serra velha, e na Estrada Morro Montenegro

Saibreiras é uma questão burocrática

Uma necessidade antiga em Montenegro é em relação ao saibro para manutenção das estradas. Estevão explica que atualmente a Prefeitura conta apenas com uma, na localidade de Bom Jardim. Isso limita o trabalho a quatro viagens diárias da caçamba truque, especialmente quando o trabalho é em pontos distantes. O plano do secretário e do diretor de Estradas é contar com três saibreiras espalhadas pelo território.

Assim, cada uma cobrirá uma região no seu entorno, o que permitiria aumentar para até 15 viagens diárias. O detalhe em meio ao projeto é o profissional Geólogo. Contratar serviço particular será oneroso, até porque cada local de exploração precisaria ter um responsável. Estevão sugere que a vaga de Geólogo em aberta no quadro de servidores do Município seja imediatamente preenchida por um aprovado no último concurso.

Em seguida o processo de compra do saibro seria resolvido. O secretário afirma que muitos proprietários rurais estão dispostos a negociar, seja pelo arrendamento, aluguel por mês ou compra por carga. Saibreiras em Serra Velha, Costa da Serra, Alfama e Vapor Velho inclusive já foram averiguadas. A única coisa que não pode é retirar material de barrancos ou de propriedades – mesmo que doado – sob o risco de ser acusada de exploração irregular de minério.

Uma vez criados os novos pontos de exploração, será a vez de resolver a carência de máquina britadeira. Já foram abertas duas licitações para compra, mas que não tiveram proposta (deserta). Uma nova tentativa será feita; e não está afastada a possibilidade de alugar uma britadeira. Todavia, diante da presidente do Sindicato, Estevão e Carlinhos afirmaram que as manutenções estão sendo feitas, e as estradas estarão melhores antes do inverno.

Deixe seu comentário