Projeto consiste na criação de duas rótulas, inclusão de faixa de pedestres, novo redutor de velocidade e construção de calçadas. Foto: reprodução

Nicole Streit apresentou a ideia e entregou o projeto para o prefeito eleito

Em cerimônia realizada no Pavilhão da Capela Santo Antônio na manhã dessa quarta-feira, 16, a aluna Nicole Streit, de Pareci Novo, apresentou seu projeto para a travessia da RSC-287 ao prefeito eleito de Montenegro, Gustavo Zanatta. Estudante do curso de Engenharia Civil da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), Nicole desenvolveu o trabalho visando solucionar os problemas históricos da rodovia com o menor custo possível.

O projeto havia sido apresentado pelo candidato do PT, Ricardo Kraemer, e a vice Liliane Mello, nas eleições deste ano. Eles também estiveram presentes na cerimônia dessa quarta, no bairro Santo Antônio, e Ricardo enfatizou que, passado o pleito eleitoral, todos devem se unir por uma cidade melhor. “Como é um projeto para Montenegro, nada impede que a gente esteja junto”, declarou.

Nicole conta que a ideia de desenvolver esse trabalho surgiu no início de sua graduação. “Passava diariamente pela RSC-287 quando trabalhava em Montenegro e sempre via essa dificuldade, como o tempo de espera dos veículos e dos pedestres, e o risco para fazer essa travessia”, frisa.

Nicole Streit entregou o projeto ao prefeito eleito, Gustavo Zanatta

O projeto da estudante consiste na criação de duas rótulas fechadas para as travessias (uma em frente ao Posto Ipiranga e outra em frente à Renauto), além da inclusão de faixa de pedestres entre as rótulas e o acréscimo de um redutor de velocidade para tornar a travessia dos pedestres mais segura. Além disso, o documento prevê a execução de calçadas no lado do bairro Santo Antônio para que os pedestres tenham acesso da rua Ramiro Barcelos para a rua Ernesto Zietlow e vice-versa.

Durante a apresentação do trabalho para o prefeito eleito e também para lideranças dos bairros Santo Antônio e Panorama, que estiveram presentes no encontro, Nicole trouxe números que reforçam a necessidade de intervenção imediata no trecho. Em uma análise de tráfego realizada pela aluna em setembro deste ano, 1.247 veículos trafegaram na RSC-287 no sentido Montenegro-Portão entre as 17h10min e 18h10min (considerado o horário de pico).

No mesmo horário, porém no sentido Montenegro-Lajeado, 1.224 veículos passaram pelo local. Além disso, 130 pedestres fizeram a travessia da via durante essa uma hora. É preciso levar em conta ainda que estamos em uma pandemia e as escolas estão fechadas, assim como muitas pessoas estão trabalhando em home office. Em dias normais, o tráfego seria consideravelmente maior.

Cristiano Braatz, Gustavo Zanatta, Liliane Mello, Ricardo Kraemer, Fabiano da Silva Jorge e a aluna Nicole Streit durante a cerimônia no bairro Santo Antônio

A aluna da Unisinos ainda analisou o número de acidentes que ocorreram no trecho entre as duas rótulas que estão previstas no projeto. Nos últimos 10 anos, foram 476 acidentes (uma média de quase 50 por ano). Desses, 51% causaram algum dano ou até mesmo a morte. “O projeto tem como objetivo principal reduzir o número de acidentes e melhorar a vida da população e de quem trafega por ali regularmente”, enfatiza.

Para fazer as duas rótulas, a inclusão da faixa de pedestres, o novo redutor de velocidade e as calçadas, o custo estimado é de R$ 2.800.000,00, um valor bem menor do que outros projetos. “O problema é grande e não é de hoje, só foi se agravando com o aumento do tráfego nos últimos anos. Buscamos desenvolver um projeto tecnicamente adequado e financeiramente exequível”, complementa Fabiano da Silva Jorge, engenheiro e professor de Nicole, que orientou a aluna no trabalho.

Nova gestão considera a RSC-287 prioridade máxima
“A travessia da RSC-287 é um dos pontos mais importantes para resolver no nosso município”, afirmou o prefeito eleito Gustavo Zanatta, logo após a apresentação do projeto por parte da aluna Nicole Streit. O chefe do Executivo de Montenegro a partir de 1° de janeiro de 2021 reforçou a importância da população se unir e exaltou Nicole e o professor Fabiano pelo desenvolvimento do trabalho.

“Não podemos perder a nossa força. E ela tem que vir de todos. Quero parabenizar a Nicole e o Fabiano pelo projeto, que é um projeto ‘pés no chão’. Acredito que é possível buscar esse recurso. Terei um encontro com o Deputado Federal Lucas Redecker e já vou apresentar o projeto a ele”, disse Zanatta durante a cerimônia.

O vice-prefeito eleito, Cristiano Braatz, considera a travessia da RSC-287 um problema não só de quem cruza a via, mas de todos os pedestres e motoristas que passam por ali regularmente. “É um assunto de extrema relevância para todos que cruzam essa via. A RSC-287 é um problema histórico e terá prioridade máxima na nossa administração. Queremos trabalhar para todos. Não adianta fazer promessa faraônica, tem que fazer o que é viável”, pontuou.

Deixe seu comentário