Carros precisam passar pela contramão para evitar as crateras em alguns trechos na estrada

Para andar pela estrada geral de Vapor Velho ligação com Costa da Serra é preciso ter muita paciência e habilidade. Isso porque em diversos trechos, além de partes estreitas em que passa somente um carro, há também que se lidar com buracos por toda a via. Um trecho em especial tem gerado reclamações de moradores do local, que precisam passar pela estrada para ir ao trabalho.

A cabeleireira Elisabete de Abreu é uma dessas pessoas que eventualmente têm problemas com o carro devido aos buracos desse trecho. “Tu escapa de um buraco e cai no outro, quando chove é pior ainda. O meu carro nem tem mais amortecedor. Acaba com o carro, mesmo devagar. O meu pneu eu já tenho que calibrar sempre”, relata a moradora.

Segundo ela, há cerca de oito meses a Prefeitura de Montenegro esteve na estrada realizando uma patrolagem, mas que nesse ponto específico não passaram. “Nesse ponto eles não passaram, porque essa pilha de lenha estava aqui. Mas pelo menos eles podiam ter arrumado. Pelo menos uma brita, algo que seja que colocassem já era alguma coisa”, fala. Triste com a situação, Elisabete considera que os moradores estejam abandonados pela Administração.

A estrada ainda é um ponto de ligação, onde constantemente passa caminhões de lenha, frutas e verduras, que por serem pesados acabam causando mais desgastes aos buracos e tendo mais dificuldades ao passar também. “Nós temos que passar por aqui para ir trabalhar, tem gente doente também que faz hemodiálise, tem idoso, e é a única estrada que a gente tem. Só uma brita já adiantava bastante”, relata.

O que diz a Prefeitura?
Segundo a Diretoria de manutenção de Estradas, foram feitas praticamente todas as estradas do interior neste verão. “A estrada de Vapor Velho-Costa da Serra, cujo nome é estrada São Jorge, foi a primeira a ser atendida com limpeza e colocação de brita, sendo muito elogiado pelos moradores da Localidade”, foi informado.

Questionados sobre esse trecho em específico que a patrola não passou o secretário Municipal de Desenvolvimento Rural, Renato Rocha, relatou que devido ao isolamento social e restrições impostas pelos decretos municipais, os trabalhos foram retomados somente há duas semanas. “Neste período foram realizadas manutenções nas estradas da Cabana, em Santos Reis, estrada do Lajeadinho e estrada geral da Linha Catarinha. O local mencionado (Estrada São Jorge – Divisa entre as localidades de Vapor Velho e Costa da Serra), está no cronograma e na próxima semana deverá ser realizado, conforme condições climáticas favoráveis”, declara.

Deixe seu comentário