Primeiros passos do governo Leite está nas mãos dos atuais deputados. Foto: AL/divulgação

O reajuste no salário dos servidores estaduais está na pauta da Assembleia Legislativa para essa semana. Se aprovado, o reajuste significará R$ 150 milhões somados as despesas de um caixa quebrado que Eduardo Leite assumirá em 1º de janeiro. Todavia, esse benefício não será para servidores dos Poderes Executivo e Legislativo; mas somente aos setores judiciais prevendo incremento de 5,58%. Os sindicatos recordam que o ajuste é somente a reposição da perda inflacionaria. Agora os demais trabalhadores querem embarcar no aumento de salário.

Além disso, o Palácio Piratini vai encaminhar para Assembleia, nesta terça-feira, autorização para pagamento parcelado do 13° salário do funcionalismo estadual em 2018. O Projeto de Lei Complementar (PLC) autoriza os servidores a contraírem empréstimo no Banrisul ou em outras instituições financeiras, com os valores e juros quitados pelo Piratini. O número de parcelas ainda não foi definido e dependerá do fluxo de caixa.

Deixe seu comentário