Desde essa terça-feira, 27, em bandeira vermelha (risco alto), o Rio Grande do Sul deve permanecer com a mesma classificação até o dia 10 de maio, quando um novo sistema de controle da pandemia será apresentado à população. Segundo o governo do Estado, não será divulgada a rodada semanal do Distanciamento Controlado.

A 51ª rodada do modelo, cujos cálculos foram divulgados na sexta-feira passada, 23, e traziam o Estado em bandeira preta (risco altíssimo) pela nona vez consecutiva, foi a última do Distanciamento Controlado como é conhecido. Entretanto, o governo do RS, informa que seguirá divulgando diariamente o boletim de hospitalizações elaborado pelo Comitê de Dados, que traz informações das regiões Covid, das macrorregiões e do RS como um todo, e o resumo diário de casos no Estado, no país e em países selecionados. Todos os levantamentos estão disponíveis no site do Comitê de Dados.

Criado há um ano e lançado no dia 10 de maio de 2020, o Distanciamento Controlado foi baseado em 11 indicadores da velocidade de contágio do coronavírus e da ocupação de leitos de UTI, classificando o risco para cada região do Estado, representado nas cores de quatro bandeiras, e com protocolos para cada nível – quanto maior o risco, mais escura a bandeira, da amarela à preta. Com a evolução da pandemia já foram realizados diversos ajustes pelo governo Estadual.

Desde o começo desta semana, o Executivo do Estado está em processo de elaboração de um novo modelo, que será apresentado à população no dia 10 de maio. Durante esse período, o sistema de cogestão regional, no qual as regiões podem adotar protocolos mais brandos, está suspenso. Assim, as regras que devem ser obedecidas por todos os municípios são as de bandeira vermelha do modelo de Distanciamento Controlado.

Deixe seu comentário