O Rio Grande do Sul passa pelo momento mais crítico da pandemia do novo coronavírus. Com o número de pacientes internados em leitos clínicos e em UTIs atingindo o pico da série histórica, o mapa preliminar da 30ª semana do Distanciamento Controlado, divulgado nesta sexta-feira, 27, traz, pela primeira vez, todas as 21 regiões Covid em bandeira vermelha. Esta será a terceira semana seguida da Região 08 – que engloba Montenegro e municípios do entorno – com a classificação de risco alto para a Covid-19.

Ainda nessa quinta-feira, 26, o Estado chegou a 1.183 pacientes hospitalizados devido a Covid-19 e a 775 pessoas internadas em leitos de UTI. Segundo o governo Estadual, com a manutenção do total de leitos e o aumento de 13% nos pacientes confirmados por Covid-19 internados em UTI, houve nova redução de leitos livres, chegando ao menor nível desde o início do Distanciamento Controlado: 0,67.

Isso fez com que o indicador específico que mede a capacidade de atendimento do Estado como um todo recebesse a classificação de risco altíssimo (bandeira preta), cenário que se repete em cinco das macrorregiões (Metropolitana, Serra, Missioneira, Centro-Oeste e Norte).

De acordo com o Estado, houve também uma piora em diversos indicadores ao longo da última semana. O número de casos ativos para doença cresceu 13% e ultrapassou a marca de 21 mil pessoas que testaram positivo apenas nesse período.

O mapa mais avermelhado já visto no modelo de Distanciamento Controlado foi o preliminar da 15ª rodada, que apresentou 16 regiões com risco alto. Após recursos, o mapa definitivo, vigente entre os dias 18 e 24 de agosto, trouxe 14 regiões em vermelho.

Deixe seu comentário