No primeiro dia, cobrança para deixar o carro em ruas do Centro gerou inúmeras vagas vazias
Florêncio Filho explica aos motoristas
como usar o parquímetro de forma correta

Muitos motoristas preferiram deixar seus veículos em locais não demarcados

A cobrança do estacionamento rotativo pago começou oficialmente nesta segunda-feira, 15, em Montenegro. O primeiro dia de funcionamento da nova modalidade gerou inúmeras vagas nas principais ruas do Centro da cidade. Até a última semana, cada espaço na Ramiro Barcelos, por exemplo, era muito disputado pelos motoristas no horário comercial.

Se tinham vagas de sobra na Faixa Azul durante toda a segunda-feira, o mesmo não se pode dizer de algumas ruas do Centro em que não há estacionamento rotativo pago, como é o caso da Rua dos Plátanos e da Travessa Theobaldo Pasini, que tiveram a “preferência” dos motoristas desde as primeiras horas do dia.

São 1.160 vagas numeradas e sequênciais na Faixa Nobre. A cobrança ocorre de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e também aos sábados, das 8h às 12h. Todos os condutores devem pagar para deixar seus carros e caminhonetes nas áreas demarcadas em azul. Motos só podem ficar nos espaços destinados previamente a elas, mas, em compensação, estarão isentas da cobrança.
Vale lembrar que não é permitido ocupar a mesma vaga por mais de duas horas (120 minutos). Os valores começam em R$ 1,00 para permanecer na área demarcada por 30 minutos, e vão até R$ 4,00 para duas horas na mesma vaga. A operação do sistema ficou a cargo da empresa Sistema de Estacionamento Veicular do Brasil (Serbet), escolhida pela Administração por meio de licitação.

Para fazer o pagamento, basta recorrer a um dos parquímetros instalados em vários pontos do Centro ou realizar o procedimento através aplicativo “Estacionamento Digital”, selecionando a cidade de Montenegro. Além disso, cerca de 20 funcionários da Serbet estão circulando nas ruas para tirar dúvidas e auxiliar os motoristas no pagamento.

Vagas em ruas próximas, sem cobrança, como a Travessa Theobaldo Pasini, foram disputadas pelos motoristas

Como realizar o pagamento do e rotativo nos parquímetros
1 – O motorista deve apertar o botão azul, para indicar o tempo;
2 – Depois, seleciona a locação (carro), confirma no botão verde e insere a placa do veículo;
3 – Após isso, o sistema vai apresentar as opções moeda e cartão pré-pago, mas o motorista também pode apertar o botão azul para selecionar cartão de crédito/débito. Depois de escolher a opção, aperta o botão verde para confirmar;
4 – Depois de confirmar o método, é o momento de efetuar o pagamento. Se for moeda ou cartão pré-pago, o motorista deve inserir na máquina. Se a opção escolhida for cartão de crédito ou débito, o sistema vai solicitar o tempo no estacionamento;
5 – O ticket será impresso e apresentará as informações técnicas, como horário, placa do veículo e tempo.
* Atenção: entre a parada e o registro da placa no parquímetro, o motorista tem, no máximo, dez minutos.

Deixe seu comentário