FOTO ILUSTRATIVA: CPERS

Assim como havia anunciado o governador Eduardo Leite sobre as escolas estaduais, a Prefeitura de Montenegro também vai antecipar as férias de julho para o mês de maio. É uma forma de minimizar os prejuízos ao ensino devido a parada de atividades presenciais. O tradicional recesso de inverno vai ocorrer já na semana que vem, entre 25 e 29 de maio. As atividades serão retomadas em junho e, aí, seguem até o final do ano, ininterruptamente.

Desde o dia 19 de março, quando do primeiro decreto municipal que restringiu diversas atividades em Montenegro como forma de enfrentamento ao contágio pelo novo coronavírus, não há aulas presenciais no Município. As escolas vêm cumprindo calendário com atividades que os alunos precisam realizar em casa, junto dos responsáveis.

Segundo a secretaria municipal de Educação, o envio dos materiais se dá através de redes sociais, com os estudantes revendo conceitos e, assim, desenvolvendo competências de acordo com a Base Nacional Curricular Comum. Aos que não tem acesso a internet, vem sendo marcados plantões com os educadores para a entrega física das atividades a serem realizadas.

A volta ou não das aulas presenciais em todo o Rio Grande do Sul, porém, ainda é incerta. O governo estadual vem trabalhando em protocolos de segurança para as instituições de ensino, mas, nas últimas declarações, o governador tem dado a entender que o modelo à distância pode continuar por mais alguns meses. Já há tratativas para o fornecimento de pacotes de dados de internet a alunos sem acesso e que precisem do serviço para terem aula.

Deixe seu comentário