Na sala em homenagem à Shakespeare, alunos assistem apresentação do livro Hamlet.

O Instituto de Educação São José realizou uma Parada Literária em alusão ao Dia Mundial do Livro hoje, 23, pela manhã. Atividades como parada literária, salas temáticas, oficinas literárias, caracterização de personagens e trocas de livros foram realizadas. O evento reuniu alunos do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Professores.

Os alunos de 9º ano se caracterizaram de personagens de livros escolhidos por eles mesmos, como Harry Potter, Emília, Menino Maluquinho, Pequeno Príncipe, Alice no País das Maravilhas e Sherlock Holmes. Já a turma do 3º ano do ensino médio, propôs oficinas literárias sobre as seguintes obras: Harry Potter, Jogos Vorazes, Diário de Anne Frank e Divergente. Um dos alunos do último ano do Ensino Médio, Rijckard Rommel, que apresentou sobre a saga Harry Potter, afirmou que o objetivo da apresentação do trabalho era incentivar a leitura, “para que os alunos de Ensino Fundamental se tornem jovens leitores”.

Dom Quixote de Miguel Cervantes também esteve entre as a apresentações

As salas temáticas ficaram sobre responsabilidade do 1º ano do Ensino Médio e do 2º ano do Ensino Médio, com apresentações das salas Miguel de Cervantes e William Shakespeare, respectivamente. Na sala em homenagem à Shakespeare, Natália Krug, do 2º ano, caracterizada de Romeu, contou junto com as demais integrantes do grupo, um pouco da história de Romeu e Julieta. “A leitura abre muitas portas, não só no vocabulário, mas pra gramática também. Dá uma perspectiva diferente pra gente, além de ajudar na formação da nossa personalidade”, salienta ela. “Todo mundo deveria ter o hábito de ler”, finaliza Natália.

Aluna do 3º ano, Pietra Valentina da Silva Ferreira concorda com Natália. “A leitura não é boa só para o conhecimento, mas muito importante para a nossa gramática. Acho que,

Banca das alunas do 2º ano sobre Romeu e Julieta

devido às tecnologias, infelizmente a leitura perde importância”, lamenta a aluna. “Eu acho muito legal esse incentivo da escola pra gente, para lermos e tal”, afirma Pietra. A professora de Literatura e Língua Portuguesa, Eluza Pereira Flores Quaresma explicou um pouco mais sobre a iniciativa do projeto. “Foi planejado para celebrar o Dia Mundial do Livro, dia 23, mas só mencionar o dia não adianta. Os alunos prepararam as atividades que estão sendo propostas. Eu penso que quando são eles mesmos que organizam, eles valorizam muito mais o momento, não é uma atividade que tá sendo imposta pela escola, eles quem fizeram”, comenta a professora.

Deixe seu comentário