Curvas acentuadas não são o único problema da ERS-411. Buracos são uma constante no trecho entre Montenegro e Brochier

O Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) ainda não realizou a implantação de tachões em uma acentuada curva localizada no quilômetro 10 da ERS-411, que liga Montenegro a Brochier. Na última terça-feira, dia 3, a autarquia havia informado ao Jornal Ibiá que a melhoria seria executada ainda na última semana. No entanto, isso não ocorreu. Questionado, o Daer informou que não há nova data prevista para que a obra seja realizada.

Conforme o órgão estadual, no momento, estão sendo priorizadas as operações tapa-buracos na malha rodoviária da 11ª Superintendência Regional, com sede em Lajeado e que é responsável pela manutenção da ERS-411. “O Daer ressalta que a equipe responsável por esse serviço (tapa-buracos) é a mesma que implantará os tachões. Assim que essas atividades forem finalizadas, as frentes de trabalho atenderão a demanda dos tachões”, destacou a autarquia via assessoria de imprensa. Não há data específica para que a operação tapa-buracos e a colocação dos tachões ocorra na rodovia que liga Montenegro a Brochier.

O objetivo da implantação dos tachões, segundo o Daer, é promover a redução da velocidade no local e impedir que os veículos invadam a pista contrária ao realizarem a curva no quilômetro 10. “Após vistoria realizada no local por técnicos da 11ª Superintendência Regional de Lajeado, definiu-se a implantação desta sinalização de condução ótica. Também deve ser implantada sinalização de regulamentação neste trecho”, reforça o Daer. O pedido de intervenção foi feito pela vereadora de Montenegro Josi Paz (PSB).

Deixe seu comentário