Provas. Alunos fizeram textos acerca da inclusão educacional de surdos; para o governo, primeira etapa correu bem

Com 6,7 milhões de inscritos, a primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) iniciou neste domingo com poucos atrasados. Apenas em Montenegro foram mais de dois mil candidatos no primeiro dia de prova. Apenas um aluno chegou depois do horário determinado e foi impedido de fazer a prova. Neste domingo, além da redação, foram aplicadas as avaliações de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza.

Gilberto tenta, com o Enem, garantir uma bolsa de estudos

Para Gilberto Marafiga Rodrigues, 50 anos, que já fez a prova em anos anteriores, a primeira etapa do Enem deste ano foi relativamente mais fácil. “Acredito que é por eu estar estudando, então tem assuntos abordados na prova de hoje que eu estou vendo nas disciplinas”, afirma ele, que está cursando o primeiro semestre da faculdade de Serviço Social e fez o Enem para pleitear uma bolsa de estudos.

Na segunda fase, que envolve as ciências exatas, Gilberto diz que é diferente da sua área de conhecimento, por isso ele irá contar com a sorte para acertar mais questões.
Karolina dos Santos Kuhn, 16 anos, ainda está no Ensino Médio e faz parte dos 26,5% de candidatos que concluirá o nível de ensino em 2017. Para ela, que fez pela primeira vez a prova, a impressão foi bem diferente do que imaginava. “Cansou bastante”, avalia. “Li as questões várias vezes para entender”, acrescenta. Com a nota do Enem, Karolina vai tentar uma vaga para a faculdade de Medicina Veterinária.

Karolina fez a prova pela primeira vez e diz que ficou bem nervosa

Acompanhada do nervosismo, Karoline conta que se dedicou bastante nesta primeira fase. “Não sou muito boa em Matemática, então tentei ir bem hoje”. Sobre a redação, a jovem afirma que se saiu bem. “Achei que seria mais difícil, mas gostei. Deu para desenvolver bastante o tema”, relata.
No próximo domingo, dia 12, as provas iniciam às 13h30min (mas os portões fecham às 13h) horário de Brasília. Neste segundo estágio do exame serão aplicadas as avaliações de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias.

A duração regular no próximo domingo é menor, porque os participantes terão 4 horas e 30 minutos para responder as 90 questões.

 

 

 

Renato acompanhou a filha
até o local de prova neste domingo

Pais acompanham filhos até o local de prova
Renato Gräf acompanhou a filha Daiane na primeira vez que ela fez a prova. Os dois saíram cedo de Brochier, onde residem, para chegar até o local de prova da estudante. Antes mesmo das 12h, pai e filha já estavam a postos esperando para que os portões da Escola São João Batista fossem abertos.
Enquanto a jovem subia as escadas, o olhar de Renato a acompanhava. “Ela é bem dedicada. No teste que a professora fez na escola, ela teve 100% de aprovação”, comenta ele, com orgulho.

Para o pai, que apenas fez o Ensino Fundamental, a prova do Enem é uma grande oportunidade para os estudantes. “Porque começa a vida depois. Escolhe a profissão. Essa é uma oportunidade que eu não tive”, destaca.

Tema da redação debate inclusão de surdos
“Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil” foi o tema que os candidatos tiveram para redigir a redação dissertativo-argumentativo, com até 30 linhas, na primeira etapa da prova do Enem.

De acordo com a professora de Português, Literatura e Redação Cintia Tadday, do Colégio Sinodal Progresso, o tema foi uma surpresa, já que se apostava na proposta de falar sobre a mobilidade urbana. Ainda assim, o assunto escolhido, diz ela, atende à proposta do Enem quando traz questões de cunho social. “Do Enem sempre se espera algo mais de âmbito social, porque estimula que o estudante questione o modelo de sociedade, como ele poderá interferir e contribuir para a melhora de onde está inserido”, pondera.

Para ela, o trabalho de inclusão, porém, não cabe apenas aos educadores, mas sim a um conjunto de ferramentas oferecidas e compartilhadas para que assim todas as deficiências possam ter as mesmas oportunidades. “Acredito que esta é uma preocupação social bem grande, mas depende de um conjunto de atitudes, como, por exemplo, quem forma corpo docente (as universidades) deveria oferecer libras, outra forma é oferecer cursos aos professores. Para se trabalhar em uma escola inclusiva, precisa-se ter pessoas formadas para isso”, destaca.
Em 2016, o tema abordado foi “Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil” e no ano anterior, 2015, foi “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”.

Esta é a primeira vez em que a redação é aplicada no primeiro dia. Além do texto, os participantes também fizeram as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; e Ciências Humanas e suas Tecnologias, que somam 90 questões de múltipla escolha. Foram, ao todo, 5 horas e 30 minutos de avaliação.

Prova deve ter custo menor este ano
Em 2017, além de os exames serem aplicados em dois domingos, ainda há mudanças como a vídeoprova traduzida em Libras, prova personalizada e detector de ponto eletrônico. Nesta edição, também, a prova não será mais utilizada para a Certificação do Ensino Médio. O Inep afirma que, mesmo com inclusão destas melhorias e estratégias de segurança, o Enem ficou mais barato.
O exame deve ser fechado com o custo unitário de R$ 87,54, enquanto o Enem 2016 custou R$ 90,64 por pessoa. A estimativa de custo total é de R$ 483.235.768,21.

Segundo o órgão aplicador, a redução nos custos por participante de 2016 para 2017 é resultado de uma série de estudos e adequações com a finalidade de proporcionar mais eficiência na gestão dos gastos.

AVALIAÇÃO: direção do Inep concedeu entrevista coletiva ontem à noite a fim de avaliar este primeiro final de semana de provas

273 participantes eliminados são eliminados do Enem
No início da noite, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pela aplicação da prova, realizou uma coletiva de imprensa avaliando o primeiro dia dos exames. O ministro da Educação, Mendonça Filho, destacou o modelo da prova aplicada. “O clima foi de normalidade, praticamente uniforme no Brasil como um todo. Foram poucos casos e situações que exigem uma atenção operacional a mais por parte dos consórcios e de todo o Ministério da Educação, que está mobilizado, via Inep, para a aplicação do Enem 2017. Isso se traduz em mais tranquilidade para os estudantes que estão se submetendo ao exame”, destacou.

De acordo com o Inep, do total de 6.731.344 inscritos confirmados no dia da prova, 69,8% compareceram. Quinze porcento sequer acessou o cartão de confirmação de inscrição para saber o local de prova. O participante isento do pagamento da taxa de inscrição do Enem 2017 que não compareceu às provas e não justificar essa ausência do sistema de inscrição do Enem 2018, por meio de documento legal, perderá o direito a nova isenção.

Resultados serão divulgados pelo Inep até 16 de novembro

Resultados serão divulgados até dia 16
O gabarito oficial do Enem 2017 será divulgado pelo Inep até 16 de novembro. De acordo com o edital, o órgão tem até três dias úteis após a aplicação das últimas provas para divulgar as respostas corretas das questões.
O gabarito será divulgado no Portal do Inep e no Aplicativo do Enem. Os cadernos de questões de cada dia, e de cada cor, são divulgados em conjunto, nos mesmos locais.

O boletim de desempenho dos participantes do Enem 2017 será divulgado em 19 de janeiro de 2018 para os participantes regulares.
Os candidatos que fazem o Enem como forma de autoavaliação, comumente chamados de “treineiros”, recebem os resultados dois meses depois dos participantes regulares. No primeiro semestre de 2018 o Inep também divulga o espelho de correção das redações. Todos os resultados serão divulgados no Portal do Inep e no Aplicativo do Enem.

Segunda etapa do Enem
Quando? Domingo, 12 de novembro.
Quais serão as áreas de conhecimento? Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias.
O que levar? Documento de identidade original com foto e caneta esferográfica preta fabricada em material transparente.
Qual será o horário?
12h – Abertura dos portões
13h – Fechamento dos portões
13h a 13h30 – Procedimentos de segurança na sala de prova
13h30 – Início das provas
18h – Término das provas
Horário Oficial de Brasília (DF)

Deixe seu comentário