Grupo vocal do CTG Charla Galponeira participa pela primeira vez da final do Enart FOTO: Arquivo Pessoal

Tradicionalismo. Provas do principal encontro artístico do Estado seguem até o domingo, em Santa Cruz do Sul

Começa nesta sexta-feira, dia 16, a 33ª edição do Encontro de Artes e Tradição Gaúcha (ENART). Principal disputa artística do movimento tradicionalista, o evento, que acontece no Parque da Oktoberfest de Santa Cruz do Sul, continua até domingo, dia 18. Neste ano, a 15º Região Tradicionalista (RT), que engloba 70 entidades tradicionalistas do Vale do Rio Caí e regiões vizinhas, terá 29 representantes nas mais diversas modalidades disputadas. Na principal delas, a Danças Tradicionais – Força A, é o Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Velha Cambona, de Portão, quem representará a 15ª RT.

De forma individual, Montenegro terá dois representantes no Enart deste ano: Vagner Rodrigo Vicente, na gaita piano, e Letícia de Vargas Ávila, na declamação feminina. Ambos fazem parte do Departamento de Tradições Gaúchas (DTG) Acácia Negra e estarão pela primeira vez nas finais do Encontro.

Vagner está ansioso, mas também orgulhoso pela classificação para o evento em Santa Cruz do Sul . FOTo: Arquivo Pessoal

“Vou há anos ao Enart, mas nunca participando. Nesse ano arrisquei competir pela primeira vez e agora estou lá”, comenta Letícia, de 15 anos. Desde que conquistou a classificação, ela passou a ensaiar todas as semanas. Com três poemas preparados (o que será declamado é sorteado na hora), a jovem se diz ansiosa. “É a primeira vez que vou subir naquele palco, sempre via minha irmã lá e nunca imaginei que tão cedo conseguiria ir lá e apresentar essa arte”, destaca. A irmã de Letícia, Luciana Vargas de Ávila, já foi campeã no Enart.

Letícia sempre via a irmã mais velha, que chegou a ser campeã, se apresentar e agora estará no palco do Enart. Foto: Arquivo Pessoal

Quem também demonstra ansiedade é Vagner. Com 15 anos, ele entende que tem o compromisso de fazer o seu melhor. Por isso, o gaiteiro tem ensaiado muito. “É minha primeira vez na final. Não tem explicação para o orgulho próprio que estou sentindo. É uma sensação de dever cumprido, uma sensação muito boa”, conta Vagner, que toca gaita desde os 7 anos.

Os dois conjuntos vocais que representam a 15ª RT no Enart desse ano são de Pareci Novo e Montenegro. Ambos os grupos são novos em sua trajetória e estarão presentes no Encontro em Santa Cruz do Sul pela primeira vez.

Formado por Vera Maria Grünhäuser, Francisco Inácio Lutckmeier, Márcia Rosa Machado, Clóvis Ferraz da Conceição, André Luís Klein, Ranides de Mello Streit e Fabiane Ferraz da Conceição e tendo como responsável pelos ensaios Norildo Pereira de Andrade, o grupo do CTG Charla Galponeira, de Pareci Novo, preparou três músicas para a final: Minuano, Noites Gaúchas e Tertúlia.

Para fazer bonito, o grupo, que foi criado em junho deste ano, vem realizando ensaios semanais desde julho. “Sabemos que iremos concorrer com vários grupos vocais possuidores de excelente técnica musical e com larga experiência em Enart. Buscaremos agregar conhecimento e experiência para próximos anos, pois almejamos dar continuidade a este trabalho de divulgação da cultura gaúcha através da música”, garante Vera. A integrante do conjunto do Charla Galponeira diz ainda que é uma honra poder representar a entidade, a cidade de Pareci Novo e também a 15ª RT.

Conjunto do Estância do Montenegro preparou música inédita
Formado por um grupo de amigos de cidades diferentes – e distantes -, o conjunto vocal do CTG Estância do Montenegro apresentará uma música inédita no Enart. Integrante do grupo, Paulo Augusto Petry conta que a canção possui letra de Felipe Côrrea, compositor de Cruz Alta, e melodia de sua autoria. “Se chama ‘A fresta’, e conta a história de uma abertura na parede de um rancho por onde um domador e uma prenda chamada Maria espiam-se um ao outro”, revela.

Grupo do CTG Estância do Montenegro apresentará a canção “A fresta”. FOTO: Arquivo Pessoal

Paulo Augusto recorda que o conjunto de quatro integrantes começou como um grupo de três colegas de Ensino Médio e Técnico em Agropecuária da Escola Técnica Bom Pastor, de Nova Petrópolis formado por ele, Jonatan Steffen e Arthur Fagundes. “De 2012 a 2014 estudamos lá e aprendemos um com os outros a cantar e tocar. Inclusive, fomos duas vezes campeões do Festival de Música Estudantil de Nova Petrópolis”, afirma. “Depois de formados, embora a distância, continuamos nos encontrando para tocarmos e celebrar essa amizade que, a rigor, se criou na música”, salienta. Para a criação do conjunto vocal que fará sua estreia no Enart, somou-se ao trio o montenegrino Diogo Moreira.

O cantor ressalta que, em razão da distância (um dos integrantes mora em Morro Reuter e o outro é de Portão, mas passa boa parte do ano em Mostardas), a preparação do grupo para o Enart começou há duas semanas.

Os representantes da 15ª RT no Enart
Danças tradicionais – Força A
CTG Velha Cambona (Portão)
Gaita piano
Gabriel Angel Costa (CTG Velha Cambona – Portão)
Vagner Rodrigo Vicente (DTG Acácia Negra – Montenegro) Bruno Arthur Finger (CTG Rancho Feliz – Feliz)
Edson de Oliveira Selbach (CTG Dênio Flores – Capela de Santana)
Violão
Cauã Vinícios Vargas (CTG Rancho Feliz – Feliz)
Declamação masculina
Ernani de Oliveira Nunes (PL Timbauva – Portão)
Declamação feminina
Milena Borchardt da Silva (CTG Pelego Branco – Taquari)
Letícia de Vargas Ávila (DTG Acácia Negra – Montenegro)
Causo
Claudio Rafael Bueno de Oliveira (PL Estância de Santa Ana – Capela de Santana)
Frederico Sá de Farias (CTG Velha Cambona – Portão)
Jorge Luis da Costa (PL Timbauva – Portão)
Danças de salão
Maurício Leonardo e Greice Juliana de Oliveira Saraiva (CTG Velha Cambona – Portão)
Trova estilo Gildo de Freitas
Celso de Oliveira (CTG Velha Cambona – Portão)
Ernani de Oliveira Nunes (PL Timbaúva – Portão)
Vilmar Santos da Cruz (CTG Estância da Vendinha – Triunfo)
Trova de martelo
Celso de Oliveira (CTG Velha Cambona – Portão)
Ernani de Oliveira Nunes (PL Timbaúva – Portão)
Trova Mi maior de gavetão
Celso de Oliveira (CTG Velha Cambona – Portão)
Ernani de Oliveira Nunes (PL Timbaúva – Portão)
Gaita botão até oito baixos
Eduarda Günthner (CTG Lauro Rodrigues – S. S. do Caí)
Giovani de Azevedo Andrade (CTG Lauro Rodrigues – S. S. do Caí)
Yuri Deicke (CTG Velha Cambona – Portão)
Gaita botão mais de oito baixos
Eduarda Günthner (CTG Lauro Rodrigues – S. S. do Caí)
Gaita de boca
Jorge Luis da Costa (PL Timbauva – Portão)
Conjunto instrumental
CTG Rancho Feliz (Feliz)
Conjunto vocal
CTG Charla Galponeira (Pareci Novo)
CTG Estância do Montenegro (Montenegro)
Pajada
Celso de Oliveira (CTG Velha Cambona – Portão)

Deixe seu comentário