FOTO: AGAS

Feira começa nesta terça-feira na Capital gaúcha e segue até quinta-feira com palestras, oficinas e oportunidades

Maior feira supermercadista do Cone Sul, a ExpoAgas chega nesta terça-feira à sua 37ª edição. A feira acontece no Centro de Eventos da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs) e segue até quinta-feira contando com a participação de varejistas e empresas do Vale do Caí. Com o slogan “Acelerando os bons negócios”, a expectativa da Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), responsável pelo evento, é que mais de R$ 500 milhões sejam movimentados nos três dias de feira, onde estarão 372 expositores e mais de 800 produtos serão lançados no mercado.

A ExpoAgas tem no seu público-alvo varejistas, mas também acaba atingindo o consumidor final. “É um momento no qual o fornecedor está com mais vontade de vender, o que melhora a negociação. A feira é uma vitrine do fornecedor”, observa a sócia-proprietária da rede de supermercados Mombach, Marili Mombach Friedrich.

Com isto, as redes varejistas podem trazer novos produtos e preços melhores aos seus clientes. “É uma feira de negócios para mantermos contato mais próximo com os maiores fornecedores e sermos apresentados a novos produtos. Além de conhecermos novos fornecedores, reafirmamos a parceria com os velhos”, reforça Marili.

A empresária salienta ainda que a feira oferece diversas palestras e oficinas que ajudam na qualificação profissional e na gestão de supermercados. Entre os destaques deste ano estão palestras com Drauzio Varela, Ricardo Boechat, Marcos Troyjo e Rafael Baltresca. Marili aponta que há ainda a oportunidade de buscar melhorias para as lojas, caso da rede Mombach. “Estamos num momento de modernização, então estamos buscando equipamentos de informática. Queremos a modernização do quadro (de equipamentos) e boas negociações”, afirma a gestora.

Antônio Longo, presidente da Agas. foto: Dani Villar

Presidente da Agas, Antônio Longo, salienta que dois novos espaços de exposição foram criados, permitindo que novas empresas exponham seus produtos. Um dos lugares é voltado para empresas internacionais, com marcas consagradas mundialmente, e outra é exclusiva para pequenos representantes da indústria gaúcha.

Dizendo-se realista, Longo avalia que não há espaço para grandes crescimento nas vendas no mercado varejista. “Por isso, o supermercado de sucesso é o que consegue reduzir despesas sem prejudicar sua operação”, comenta. “A palavra de ordem é eficiência, precisamos de gestão e otimização das operações. Com isso, esperamos que o setor atinja um crescimento na ordem de 1% real em 2018”, complementa.

O presidente da Agas pondera ainda que é cedo para projetar o próximo ano – uma vez que as eleições podem gerar mudanças no cenário de 2019 –, mas se diz otimista com a possibilidade de o consumidor recuperar seu poder de compra e de que haja estabilidade política e econômica para os varejistas trabalharem.

Empresas visam expandir alcance de marcas

Martins salienta importância da feira para fornecedores. foto: Divulgação/Naturovos

Já bastante conhecida no mercado, a Naturovos, de Salvador do Sul, marcará presença mais uma vez na ExpoAgas. Conforme o gerente nacional de vendas da empresa, João Carlos Martins, a expectativa é que a feira ajude a expandir o alcance da Naturovos no Rio Grande do Sul e que novos negócios sejam fomentados. “A ExpoAgas vem a cada ano se consolidando como uma feira estratégica para o varejo gaúcho. É onde nos posicionamos junto de outras grandes marcas do mercado e demonstramos nosso compromisso em nos manter relevantes para nossos clientes e consumidores”, analisa Martins.

O gerente salienta ainda que a feira é um momento onde existe a possibilidade de as empresas conversarem com clientes potenciais, estreitarem parcerias e se posicionarem como uma parceiro estratégico para seus clientes. Martins conta que, além das linhas de ovos tradicionais e caipiras, a empresa de Salvador do Sul levará à ExpoAgas sua linha de suplementos representada pelo Whey e a Albumina Naturovos. Além disso, serão levados ovos líquidos e em pó, produtos que são utilizados na produção de larga escala em padarias, confeitarias e restaurantes.

Empresa familiar de Harmonia vê boas oportunidades de negócio na ExpoAgas. foto: Divulgação/Comércio de Frutas Metz

Localizada em Harmonia, o Comércio de Frutas Metz estará presente pela nona vez seguida na ExpoAgas. Conforme Cristina Metz, diretora comercial da empresa familiar, a expectativa para a feita é sempre boa. “Sempre é válida a participação, já que é uma vitrine tanto para quem venda como para quem compra”, destaca. Segundo ela, o evento é uma ótima oportunidade para divulgar o trabalho da empresa e também para aumentar a rede de contatos, já que a circulação de clientes e fornecedores é grande.

Cristina reforça que o contato direto com os clientes faz com que haja a possibilidade de se ter uma negociação mais próxima da realidade. “Conseguimos expor melhor a realidade da empresa e também mostrar os produtos com os quais trabalhamos”, diz. Este ano, o Comércio de Frutas Metz estará na ExpoAgas com diversos produtos naturais que vão desde diferentes variedades de bergamotas e laranjas até melão e abacate.

Deixe seu comentário