Foto: Reprodução

O Setor de Investigação da 1ª Delegacia de Polícia Civil investiga uma tentativa de estelionato a uma agência de motos em Montenegro. A tentativa de golpe foi frustrada na manhã desta quarta-feira, 21, quando uma moto de trilha, no valor de R$10 mil seria enviada ao cliente. A PC investiga se há ligação do caso registrado na cidade com outros golpes que vem ocorrendo no Estado.
Segundo a Investigação, no dia 13 desse mês um homem entrou em contato via WhatsApp com o dono da loja e disse ter interesse em comprar um veículo. Foram vários dias de negociações. Contudo, o sujeito sempre apresentava uma desculpa na hora de fechar negócio.
As suspeitas do empresário em relação ao possível cliente aumentaram quando ele viu a foto do perfil do suposto comprador sendo relacionada a um golpe. Um motociclista de Caxias do Sul alertou os empresários do ramo de motos para que ficassem atentos.
O montenegrino viu que a foto do homem era a mesma da pessoa que se comunicava com ele pelo aplicativo, porém com outro número de celular. Foi então que resolveu comunicar a Polícia sobre sua suspeita. Sob orientação do Setor de Investigação, na manhã de ontem foi marcado um encontro para entrega do veículo.
O local combinado foi um posto de combustíveis. Ao chegar ao local, o vendedor encontrou um conhecido que havia sido contratado para fazer o frete da moto. O homem informou que não conhecia o cliente que o havia contratado. O dono da loja ligou para o comprador e este afirmou que já havia realizado o deposito bancário e pediu para que ele liberasse o transporte da motocicleta.
O freteiro também achou a situação estranha e acabou servindo de testemunha da vítima. O RG e o CPF informados ao vendedor constam como cadastros inexistentes. A Polícia alerta para que nesse tipo de negociação, a entrega do produto só seja realizada após a certeza do pagamento ter sido efetuado. O cuidado deve ser redobrado quando o depósito for feito em cheque e fora do horário de expediente bancário. O golpe também é aplicado para a aquisição de outros veículos, como carros e até tratores.

Deixe seu comentário