Onofre Branco Filho e Airton de Vargas dão explicações

A Serbet, empresa vencedora da licitação para a operação da Faixa Nobre em Montenegro, está fazendo a seleção de pessoal para trabalhar nas ruas da cidade. Serão admitidos pelo menos 17 monitores e três funcionários para a área administrativa, além de um motorista habilitado para dirigir carros e motos. A ideia é aproveitar a mão de obra local.

Modelo de parquímetro
a ser adotado na cidade

De acordo com o engenheiro Onofre Branco Filho, encarregado pela instalação do serviço, o processo de seleção será realizado ao longo deste mês. “O objetivo é deixar tudo pronto para, no dia 1º de fevereiro, o pessoal estar nas ruas. Os primeiros 15 dias serão de orientações aos usuários”, explica. A cobrança pelo uso das vagas inicia dia 17 de fevereiro. Os interessados em participar do processo seletivo devem enviar seus currículos para o e-mail [email protected]

Desde o fim da semana, a Serbet está pintando de azul o meio-fio das calçadas nas ruas onde ocorrerá a cobrança. Esta fase deve ser concluída nesta quinta-feira e, já na noite de sexta, começa a demarcação das vagas para os veículos e dos espaços destinados a motos no asfalto. Aqueles que não estiverem dentro dos limites delimitados serão recolhidos e pagarão multa.

O diretor de Trânsito do Município, Airton de Vargas, ressalta que a Prefeitura e a empresa também iniciaram o mapeamento dos locais onde serão instalados os parquímetros, equipamentos nos quais o motorista poderá “comprar tempo” de estacionamento. As máquinas vão operar com moedas e cartões de crédito e débito. Serão 17 ao todo.

Ainda em janeiro, devem ocorrer contatos com lojas, restaurantes e prestadores de serviços interessados em vender os tickets a serem colocados no vidro dos carros. Haverá, ainda, a opção de fazer a compra diretamente com o monitor ou através do aplicativo “Estacionamento Digital”. O valor dos primeiros 30 minutos será R$ 1,00 subindo para até R$ 4,00 ao fim de duas horas.

Deixe seu comentário