Bruno Cheron agora atua como volante e quer brilhar na Sub-17 nesta temporada. Fotos: Reprodução Instagram / Bruno Cheron

Categoria de base. Agora volante, atleta segue caminho de talentos gremistas

A fábrica de talentos da base gremista vem rendendo muitos frutos para o clube nos últimos anos, tanto técnica, quanto financeiramente. Quando o assunto é joia tricolor, duas posições são sempre destacadas: atacantes de lado e volantes. Nas últimas temporadas, o Grêmio formou e vendeu vários atletas dessas posições, e não parou por aí. O clube prepara uma nova fornada para breve.

Depois de aumentar a sala de troféus e encher os cofres com Walace, Arthur e Diego Rosa (esse recentemente negociado com o Grupo City antes mesmo de estrear no time profissional), o clube aposta as fichas em Matheus Henrique e Darlan no curto prazo. Porém, outros jovens talentos são preparados para os próximos anos, entre eles, um montenegrino: Bruno Cheron, que completou 17 anos recentemente.

Cheron assinou seu primeiro contrato
profissional com o Grêmio em julho de 2020

Desde pequeno na base gremista, Cheron atuava como meia articulador, um “camisa 10 clássico”. Na última temporada, foi recuado pela comissão técnica e passou a exercer uma nova função, a de volante, posição de sucesso no clube na Era Portaluppi. “Tem sido algo novo para mim, pois existem diferenças em relação à outra posição, mas vem sendo bom”, relata o atleta.

Neste ano, Cheron e a Sub-17 do Grêmio disputarão o Campeonato Brasileiro da categoria. O agora volante busca se firmar na equipe Juvenil e seguir os passos de tantos outros talentos da base gremista que tiveram sucesso na equipe principal. “Neste momento, quero me afirmar na Sub-17, pois teremos o Brasileirão, que é uma competição muito importante. Depois, posso começar a pensar em subir para a Sub-20 e para o elenco principal”, frisa.

Em janeiro deste ano, o atleta atuou com Marta em um amistoso contra a Seleção Brasileira Feminina

O jovem atleta montenegrino acredita que a mudança de posicionamento vem influenciando positivamente para sua evolução no clube. “Principalmente nos últimos meses, tenho evoluído bastante fisicamente e tecnicamente. Essa nova função está me ajudando bastante”, destaca Cheron, que assinou seu primeiro contrato profissional na carreira em julho de 2020.

Recentemente, em janeiro deste ano, Cheron e seus colegas da Sub-17 do Grêmio enfrentaram a Seleção Brasileira Feminina de Marta e cia. em um amistoso na cidade de Viamão. “Foi uma experiência nova e muito positiva”, ressaltou o atleta, que acumula convocações para a Seleção Brasileira de base e tem expectativas de voltar a ser chamado para vestir a amarelinha. No entanto, ele garante que o foco está no clube. “Tenho esperanças de ser convocado novamente, mas quero me manter firme no Grêmio, ter um bom ano e depois pensar em seleção”, completa.

Deixe seu comentário