Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro fizeram uma carreata em Montenegro na tarde deste domingo, 15 de março. Cerca de 30 veículos, entre carros, motocicletas e caminhões, saíram do Posto Triângulo, na rua Buarque de Macedo, e atravessaram a cidade, pegando a Ramiro Barcelos, passando pela beira da rio e indo até o bairro Timbaúva. O grupo levava bandeiras do Brasil, balões verdes e amarelos e algumas faixas.

Atos em favor do presidente ocorreram em várias cidades brasileiras durante o dia. Os manifestantes criticavam, principalmente, os poderes Legislativo e Judiciário do país.

“A população foi pra rua e votou no Jair Messias Bolsonaro para ele fazer as mudanças que devem ser feitas; e o Congresso está amarrando esse tipo de coisa”, opina um dos organizadores da carreata em Montenegro, Cairo Ernesto Brito. “A gente precisa que Congresso e Judiciário entendam que ele é o eleito pelo povo para trabalhar em favor do povo.”

Ele continua. “O brasileiro elegeu ele por ele ser quem ele é. Por ele ser Jair Bolsonaro, aquele cara truculento, sem jeito de conversar, meio grosso, linha dura. Ele voltar atrás para conseguir governar, que é o que eles querem, é cuspir na cara do eleitor dele. A gente está aqui para mostrar que estamos apoiando ele ainda.”

Um outro ato em favor do presidente estava marcado para ocorrer durante a manhã, na Praça Rui Barbosa, mas foi adiado.

Na semana passada, após a declaração de pandemia do novo coronavírus; e as orientações da OMS e do Ministério da Saúde para evitar aglomerações de pessoas, o próprio Bolsonaro havia sugerido o cancelamento dos atos deste domingo. Para Cairo, foi o que acabou afastando algumas pessoas da carreata. Pela manhã, no entanto, o presidente já estimulava o movimento nas redes sociais, tendo participado das manifestações que ocorreram em Brasília.

Deixe seu comentário