Assalto, roubo, moto, Centro, Montenegro
Fabiana da Rosa, 27 anos, foi uma das vítimas

Quatro mulheres desempregadas, moradores de Viamão, Gravataí e Porto Alegre, foram roubadas no começo da tarde de ontem. Elas haviam sacado R$ 13 mil em um banco na rua Fernando Ferrari, no Centro. Cada uma tinha sido beneficiada com a importância de R$ 2.400,00 por terem filhas e estarem desempregadas. O restante do valor seria para pagar o escritório de Porto Alegre responsável por conseguir o auxílio-maternidade.

Fabiana da Rosa, 27 anos, foi uma das vítimas. Natural de Viamão, ela é atendente de padaria e atualmente está desempregada. Brenda Mendes, 23, atendente de telemarketing em Gravataí, também perdeu a importância que pretendia usar para pagar as contas atrasadas e comprar comida e roupas para a filha.

Ela conta que o roubo durou poucos segundos e ocorreu logo depois das quatro saírem da agência bancária. “Chegaram dois homens em uma moto e logo anunciaram o assalto dizendo que sabiam que tínhamos dinheiro e era para entregar, senão seríamos mortas”, recorda a moradora de Gravataí.

Brenda conta que os homens estavam em uma moto alta, tipo de trilha, e que o piloto não tirou o capacete, enquanto que o carona deixou o rosto à mostra. Ele tinha estatura mediana, usava uma regata preta, boné preto, possuía barba e fartas bochechas.

A vítima afirma que somente ao chegar ao escritório da empresa responsável pelo saque dos valores, em Porto Alegre, é que foi informada que era preciso viajar até Montenegro para sacar o dinheiro.

Em um primeiro momento, diz não ter desconfiado desta exigência. Embora tenha recebido socorro do funcionário da agência, teme ter sido vítima de uma “armação”.

Deixe seu comentário