Logo no início da manhã desse domingo, 22 de maio, o som das aeronaves sobrevoando a cidade já indicava que era dia de festa no Aeroclube de Montenegro. Parte da programação da 1ª Festa Nacional das Artes e da Citricultura, a FenAcitrus, o “Domingo Aéreo” organizado pela entidade foi oportunidade de abrir as portas da escola de pilotos para um dia de atrações e muita diversão. “Nós fomos convidados pela organização da FenAcitrus para participar do evento de aniversário do Município e, como somos uma das entidades mais antigas – estaremos completando 82 anos de atividade nesse ano – aceitamos o convite”, destaca o presidente do Aeroclube, Marco Aurélio Dietrich.

Desde cedo, associados a aeroclubes de várias partes do Estado, como Venâncio Aires, Bagé, Carazinho, Veranópolis, Garibaldi e Osório, começaram a aterrissar no Aeródromo Municipal para prestigiar o evento. Além deles, alunos e ex-alunos do Aeroclube Montenegro, que tem relevância nacional no treinamento de pilotos, fizeram-se presentes. Com entrada gratuita, muita gente da comunidade também marcou presença. Foram centenas de pessoas que lotaram o complexo durante todo o domingo. “Nós ficamos positivamente surpresos com o número de pessoas que chegaram aqui no pátio. Estamos muito felizes”, comemorou Dietrich.

Aos visitantes, teve foodtrucks, exposição de carros antigos e, o principal, as belas aeronaves postas à exposição. Encantaram crianças e adultos. Durante todo o dia, o Aeroclube ofereceu voos panorâmicos por Montenegro que, mesmo pagos, fizeram sucesso. Houve demonstrações de aeromodelismo, réplicas de aeronaves que fizeram arrojadas acrobacias no ar controladas por controle remoto. Mas o ponto alto do domingo foram as acrobacias das aeronaves tripuladas que arrancaram aplausos – e alguns suspiros de medo – do público presente.

As apresentações ficaram a cargo da Esquadrilha Tchê Connection, do Aeroclube do Rio Grande do Sul, que impressionaram com giros, viradas de cabeça pra baixo e até desenhos feitos no céu. Numa dessas aeronaves estava o comandante Sérgio Machado, que tem mais de sete décadas de aviação; três dessas ministrando cursos de acrobacia. “O mais gratificante é perceber tanta gente reunida que vibra bastante com o que está vendo”, destacou, entre uma apresentação e outra. “Uma coisa muito bacana é que são muitas crianças (no público). Muitas vezes, um show desses gera a emoção que pode trazer essas crianças para a aviação”, comentou. As apresentações, no fim do dia, foram levadas ao Cais do Porto das Laranjeiras, encantando também quem estava por lá.

VEJA AS FOTOS:

Deixe seu comentário