Desempregada, a jovem Luana Parmigianni, de 24 anos, descobriu da pior maneira possível que quando se trata de negociações envolvendo valores, é preciso muita atenção em cada pequeno detalhe. Ao tentar pagar as parcelas da compra de seu automóvel, a montenegrina perdeu quase R$6 mil.

Ao ser demitida, Luana pensou em usar o valor da sua rescisão contratual para antecipar o pagamento das parcelas da compra de seu carro. A intenção era obter algum desconto e ficar mais tranquila nos meses futuros. Foi então que ela entrou no site da financeira para saber como deveria proceder.

Segundo ela, um ícone advertia que para agilizar o atendimento deveria ser feito contato via WhatsApp. Ela o fez. Após poucas trocas de mensagens com o atendente, Luana recebeu o boleto para pagamento. Sem desconfiar de nada, a jovem foi até a agência bancária onde possui conta e efetuou o pagamento. O fato ocorreu na sexta-feira, dia 13 de agoto.

Na segunda-feira, 16, a moça recebeu uma nova mensagem via WhatsApp, dessa vez de um outro número. Nela havia a informação de que a financeira tinha baixado o valor das prestações, caso essas fossem pagas antecipadamente. Luana respondeu que já havia pago, e para sua surpresa foi informada que no sistema da empresa a dívida constava em aberto.

Ela procurou sua advogada e foi instruída a ir ao banco tentar impedir a transferência do valor, mas era tarde demais. Luana conseguiu descobrir o nome do titular da conta, mas o dinheiro já tinha sido sacado. A jovem também procurou a polícia para registrar ocorrência e entrou em contato com a redação do Ibiá, nesta semana, solicitando que sua história seja contada para servir de alerta a outras pessoas. “Liguei para a financeira e eles disseram que não poderiam fazer nada. Aconteceu, agora não posso fazer nada”, diz Luana. Contudo, a moça ainda mantém a esperança de reaver seu dinheiro. “Eu sei que vai ser resolvido, mas não sei quando.”

A reportagem tentou contato com a financeira, mas não foi informado um canal de comunicação para a imprensa.

 

 

 

 

 

 

Deixe seu comentário