Servidores da Delegacia de Polícia de Triunfo

Nesta quarta e quinta-feira, dias 13 e 14, a Polícia Civil Gaúcha paralisa suas atividades, na maioria das cidades, como forma de protesto ao Pacote do Governo do Estado que atinge  a categoria, principalmente na questão da aposentadoria policial e salários.

O delegado regional Marcelo Farias informa que as DPs da região estão atendente todos os casos de urgência, ou seja, autos de prisão em flagrante, ocorrência graves como homicídios, roubos, estupros e violência contra a mulher. A orientação é para que outras ocorrências, mais simples, sejam feitas via Delegacia on-Line, pelo endereço eletrônico https://www.delegaciaonline.rs.gov.br/dol/#!/index/main

Nesses dois dias, policiais irão conversar com a população, mostrando o que significa o Pacote do Retrocesso para a segurança pública gaúcha. Nesta quinta-feira, será realizado na Capital do Estado um ato conjunto com todas as categorias do serviço público gaúcho, denunciando e repudiando o chamado “Pacote do Retrocesso”. A paralisação começou às 8 horas da manhã de hoje, 13, e se estenderá até às 18h de amanhã.

No interior a orientação é que todos compareçam aos locais de trabalho e se concentrem na frente dos órgãos. Em Porto Alegre, a UGEIRM/Sindicato faz uma concentração em frente ao Palácio da Polícia durante todo o dia para receber a imprensa e prestar as informações sobre o movimento.

No dia 14 de novembro, a concentração ocorre em frente ao Palácio Piratini, as 13h30min onde haverá o ato unificado dos servidores públicos.

 

Deixe seu comentário