O martelo foi batido em reunião e o campeonato terá início no dia 17 no Grêmio Gaúcho

Futebol sete. Clube seguirá protocolos estabelecidos pelo Governo do Estado

A bola vai voltar a rolar nos gramados do Grêmio Gaúcho, em Montenegro. Em reunião realizada na última quinta-feira 1°, o clube definiu, em conjunto com representantes das equipes, a data de início do Campeonato de Futebol Sete deste ano. A competição vai começar no dia 17 de outubro, mas os times que participarão da disputa ainda não estão definidos.

Os próximos 10 dias servirão para o clube ajustar os últimos detalhes e deixar tudo pronto para o início do certame. Um dos detalhes é referente à mensalidade dos atletas. Durante a pandemia, muitos associados não conseguiram manter a mensalidade em dia. E para participar do campeonato, o atleta e associado precisa estar adimplente no clube. Por isso, o Grêmio Gaúcho não estipula um número de equipes participantes.

A tendência, no entanto, é que a primeira rodada seja disputada em dois dias (no sábado, dia 17, e também no domingo, dia 18), já que os protocolos estabelecidos pelo Governo do Estado exigem que os jogos tenham um intervalo mínimo de 30 minutos entre uma partida e outra, para que os atletas de equipes anteriores não se encontrem.

Inclusive, o Clube Grêmio Gaúcho adotará, inicialmente, os protocolos do Governo para a realização do campeonato com segurança. Todas as pessoas precisarão passar por triagem ao entrarem no clube; o uso de vestiários e bebedouros é proibido; é necessária a limpeza frequente de ambientes e superfícies de toque constante. Além disso, confraternizações antes ou após os jogos não são permitidas.

O uso de espaços de entretenimento, como churrasqueiras e praças infantis, segue vedado. Público ou acompanhantes que não participem das atividades estão proibidos; e cada jogador precisa chegar fardado e se comprometer a lavar seu uniforme para evitar riscos de contaminação pelo novo coronavírus.

Como essas regras foram estabelecidas para quadras esportivas em locais fechados, a diretoria do Grêmio Gaúcho vai se reunir com a Administração Municipal para tentar flexibilizar algumas questões. “Como o clube tem boa parte do espaço aberto e as partidas são disputadas ao ar livre, vamos conversar com a Prefeitura sobre algumas flexibilizações”, declara Edison Zang, o Edinho, presidente do Conselho Deliberativo do Grêmio Gaúcho.

Deixe seu comentário